domingo, 18 de dezembro de 2011

Chegado de Marte percebo que é o PS que (ainda) governa Portugal

Depois de quase dois anos em Portugal...
... concluo: a mídia é provinciana, tacanha e aparelhada.
Se o primeiro-ministro dá um "pum" correm para localizar o Secretário-Geral do PS para perguntarem-lhe se cheirou, qual a textura, etc... e "mancheteiam" a opinião do "peidado"",  isto é, do representante-mor do partido que teve a maior derrota nas urnas dos últimos vinte anos. Ultimamente deram para perguntar, a todo instante, a opinião de um ex-presidente e ex-primeiro-ministro socialista... Não me lembro de tê-lo visto ou lido opinando sobre o anterior governo (socialista)... Só não percebe quem não quer, e são muitos os que não percebem, não sei se voluntária ou involuntariamente. 
Enfim, parece que eleições, quer dizer, resultados de eleições, boff! não têm o menor interesse.
Eles "ouvem" todos os os partidos representados na Assembleia da República, eles acham que estão fazendo jornalismo, mas não estão, pelo contrário. Entendo os complexos que carregam alguns jornalistas portugueses, pois que de 1974 para 2011 é um segundo, histórico.
O que diz Louçã, grande derrotado eleitoralmente, não tem (não pode) ter a mesma "importância" dos que venceram as eleições. Este, então, inventa e instiga assembleias "populares" que, claro, para ele são as únicas que têm... legitimidade democrática... Ó céus!

Relacionados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-