segunda-feira, 15 de junho de 2020

Estados recebem 115 milhões de equipamentos de proteção

“São dezenas de voos levando EPIs para todo o Brasil. É um reforço do governo a fim de que não haja falta desses itens”, garantiu o ministro Eduardo Pazuello

Cristyan Costa

O Ministério da Saúde já distribuiu 115,2 milhões de equipamentos de proteção (EPIs) para os profissionais de saúde de todo o país. Portanto, o objetivo é reforçar a linha de frente que atua no combate ao coronavírus.

Foto: Ministério da Saúde
De acordo com a pasta, todos os Estados mais o Distrito Federal foram contemplados. Entre os itens estão máscaras, aventais, óculos, protetores faciais, toucas, luvas e álcool em gel.

“São dezenas de voos levando EPIs para todo o Brasil. É um reforço do governo para que não faltem equipamentos nos Estados”, garante o ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello.

Segundo ele, caso haja alguma dificuldade para a obtenção dos itens, a pasta tem de ser acionada. Confira a quantidade de EPIs distribuídos entre a primeira quinzena de março e o dia 7 de junho deste ano:

1- 3,9 milhões entregues às forças de segurança pública;
2- Estados receberam 530,2 mil litros de álcool;
3- 2,9 milhões de aventais;
4- 34,6 milhões de luvas;
5- 5,3 milhões de máscaras N95;
6- 53,1 milhões de máscaras cirúrgicas;
7- 1,4 milhão de óculos de proteção
8- 15,4 milhões de toucas;
9- 1,2 milhão de protetores faciais.

Assim sendo, os materiais foram entregues para as Secretarias Estaduais de Saúde, responsáveis por definir quais os serviços de saúde vão recebê-los, a partir de um planejamento local.

Estados contemplados


Título e Texto: Cristyan Costa, revista Oeste, 15-6-2020, 6h30

3 comentários:

  1. Que maravilha de notícia amigo Jim. Muito bacana saber isto. E tem gente aqui que critica o nosso governo atual. Abraços fraternos. Bom dia. Fique na PAZ DO SENHOR JESUS CRISTO. Amém!

    ResponderExcluir
  2. Esses equipamentos foram fabricados no Brasil?

    ResponderExcluir

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-