quarta-feira, 27 de outubro de 2021

Estado decide transformar Estação da Leopoldina em mercado público

A ideia é fazer um modelo como os mercados da Espanha

Diário do Rio

O Governo do Estado do Rio de Janeiro decidiu que pretende transformar a Estação da Leopoldina em um grande mercado público, com produtos da agricultura e da gastronomia fluminenses. A decisão foi tomada um mês depois de o juiz Paulo André Espírito Santo, da 20ª Vara Federal do Rio, condenar a concessionária SuperVia, bem como a Companhia Estadual de Transportes e Logística (Central) e a União a reparar os danos causados à estação.

Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinfra) foi encarregada pelo governador Cláudio Castro de detalhar o projeto do mercado. A ideia é inspirada nos mercados públicos espanhóis, como o La Boqueria, em Barcelona, com mais de 2.500 metros quadrados, que virou atração turística.

O prédio é de dezembro de 1926. Foi projetado pelo arquiteto inglês Robert Prentice e é tombado pelos institutos do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e Estadual do Patrimônio Artístico e Cultural (Inepac). E foi fechado em 2001 para passageiros, remanejados, então, para a Estação Central do Brasil.

Atualmente, a Leopoldina está com janelas quebradas, fachada pichada e restos de telas de obras iniciadas e não acabadas. O estado da estação, com seus quatro andares, de frente para a Rua Francisco Bicalho, no Centro da Cidade do Rio, é de total degradação.

Foto: Brenno Carvalho/Agência Globo

Título e Texto: Redação, Diário do Rio, 26-10-2021

2 comentários:

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-