segunda-feira, 4 de abril de 2022

Viktor Orbán é reeleito primeiro-ministro da Hungria

O partido do premiê venceu confortavelmente em grande parte do país

primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orbán [foto], de 58 anos, venceu as eleições e cumprirá o quarto mandato consecutivo como chefe do Executivo no país europeu. O partido de Orbán, Fidesz, liderava com 91% dos votos apurados na noite de domingo 3, informou o conselho eleitoral nacional da Hungria. 

Unida pela primeira vez, a aliança de oposição, formada por seis partidos, da esquerda à direita, foi representada pelo candidato Péter Márki-Zay, de 49 anos, um prefeito do interior, sem vínculo partidário. Márki-Zay não conseguiu vencer em seu próprio distrito, onde foi prefeito. O partido do premiê reeleito venceu confortavelmente em grande parte do país.

Com a vitória, Orbán poderá acumular 16 anos como chefe de governo, um dos mais longevos de toda a Europa. “Conseguimos uma enorme vitória que, talvez, possa ser vista desde a Lua, mas certamente pode ser vista desde Bruxelas”, disse Viktor Orbán em discurso a correligionários. A fala faz referência à cidade que é sede administrativa da União Europeia, bloco do qual a Hungria faz parte, mas com o qual o premiê acumula divergências.

No Parlamento, o partido do primeiro-ministro conquistou 135 das 199 cadeiras até o momento, enquanto a chapa de oposição venceu 56 assentos.

Título e Texto: Redação, revista Oeste, 4-4-2022, 7h30 

Relacionados: 
“Hungria convoca referendo sobre lei que proíbe conteúdos LGBT para crianças” 
Viktor Orbán, le Zemmour hongrois, remporte son quatrième mandat de Premier ministre

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-