segunda-feira, 22 de setembro de 2014

A maior oposição em Portugal

Esta tarde, durante algum tempo, choveu muito. Vi no Twitter sobre as cheias na cidade de Lisboa.

Praça de Espanha, foto: Waldemar Santos

Aí me lembrei de assistir ao telejornal da RTP 1 (televisão pública).
Foi exatamente o que (e como) pensei.
O telejornal começou com a matéria sobre as cheias de Lisboa. Em momento nenhum foi mencionada/referida a Câmara Municipal de Lisboa que, por acaso, só por acaso, está presidida por um notório e notável (para a Imprensa) socialista. As cheias foram um caso fortuito e ‘natural’. Ninguém se lembrou de mencionar os bueiros/as sarjetas: estavam sujas/entupidas?
A única lembrança da CML foi informada por uma repórter: a CML acusou o IMA-Instituto do Mar e Ambiente, por não ter avisado… atempadamente.
Não foram ouvidos sindicatos, associações, comentadores, nem Pacheco Pereira, nem Manuela Ferreira Leite, nem Constança e Sá…
(Neste momento está tudo normal!, repetiram os repórteres. Captou?)

Quando, lamentavelmente, eclodem incêndios… são colhidas as opiniões ‘abalizadas’ de todos esses aí, mais da Associação dos Bombeiros, do Sindicato de Bombeiros, da CGTP, de todos e quaisquer cidadãos que tenham algo para dizer: os primeiros repetem que não têm meios, os segundos dizem que o governo é incompetente, e os terceiros indignam-se com a culpa e a responsabilidade deste ministro, deste primeiro-ministro, etc...

Continuando o telejornal, soubemos como este Governo está destruindo este país:
1) A Educação é uma merda, dizem os sindicatos e associações de professores;
2) A Saúde Pública em Portugal está uma merda, dizem os enfermeiros;
3) A Justiça, nossa! Então essa, é uma aberração; o software entrou em colapso.
(Entrou por quê? Quem cuida dele? Seres humanos, não? Sei, sei…)

Neste momento, acaba a primeira parte do telejornal e já fomos informados que na segunda parte vem uma matéria sobre… Negócios em extinção (!!).

Puta que pariu! 

A este propósito (não da puta, mas dela, a imprensa) e melhor do que escrevo:
Comunicação Social, a verdadeira oposição…

Um comentário:

  1. Apesar de ser altamente censurável, vergonhoso mesmo, que António Costa não tenha aparecido na sua cidade para acorrer às cheias, eu não estou surpreendido: é suposto o D. Sebastião aparecer numa manhã de nevoeiro, ninguém disse que ele iria voltar numa tarde de enxurrada...

    ResponderExcluir

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-