quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Aécio: “Dilma propõe negociar com um grupo que decapita pessoas”

Luciano Ayan

Senadores Ana Amélia Lemos e Aécio Neves, foto: Orlando Brito

Segundo a Veja, Aécio deu uma tacada dentro ao comentar a participação patética de Dilma na ONU. Leia:

O candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, afirmou nesta quinta-feira ter ficado “estarrecido” diante das declarações da presidente Dilma Rousseff, que “lamentou” a ação dos Estados Unidos para combater o avanço dos terroristas do Estado Islâmico na Síria. Segundo Aécio, Dilma não apenas utilizou seu discurso na abertura da Assembleia Geral das Nações Unidas na quarta-feira, em Nova Iorque, para se comportar como candidata, como “propôs que se negocie com grupos extremistas que decapitam pessoas”. As declarações foram dadas durante visita do tucano a Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

“Fiquei estarrecido com as declarações da presidente da República na ONU. Ela utilizou um espaço do Estado brasileiro para fazer campanha política. A história se lembrará do discurso da presidente, quando ela esqueceu onde estava e para quem falava, para fazer propaganda para o horário eleitoral”, afirmou Aécio. O tucano criticou em especial a manifestação de Dilma em relação aos ataques ao EI. “A presidente propõe negociar com um grupo que está decapitando pessoas”, disse.

Por que não é sempre assim? Uma pena que o candidato tucano tenha sempre ficado na linha tênue entre atacar o PT de verdade ou ficar com floreios pusilânimes. Se fosse sempre assim, e com este tom, com certeza hoje ele estaria com uns 30% nas pesquisas, provavelmente empatado com Dilma.
Título e Texto: Luciano Ayan, Ceticismo Político, 25-9-2014

Relacionados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-