terça-feira, 30 de setembro de 2014

Thomaz Raposo em resposta à malta petista: "trabalho com respeito e dedicação a todos"

A APRUS é uma associação que sempre poderá vir a errar em algum trabalho, pois só se expõe ao erro quem se apresenta em trabalho, mas peço a reflexão para o escrito abaixo que transmite os erros de interpretação comentados.

Este foi o questionamento, o qual lamento, de Graziella e seu advogado. Veja abaixo a íntegra do comentário feito e o despacho final do Desembargador Daniel Paes.

"Hoje pela manhã recebemos um e-mail com uma mensagem do Presidente da APRUS. Verificamos junto ao site da Aprus e a mensagem também está disponível no site da Associação.
Nessa mensagem há uma informação absurda em relação à decisão da antecipação de tutela. Afirma a mensagem que a decisão somente beneficia os aposentados e pensionistas da Varig e Transbrasil, o que é um verdadeiro absurdo.
Mensagem postada no Blog Castagna Maia

“Ante o exposto, com amparo no § 7º do art. 273, combinado com o art. 461, § 3º, do Código de Processo Civil, defiro o pedido de antecipação dos efeitos da tutela recursal, nos termos em que formulado anteriormente (fl. 1.144 – 5º vol.), vale dizer, para que a União e o Instituto Aerus de Seguridade Social “mantenham os pagamentos de complementação de aposentadorias, pensões e auxílios-doença na exata forma como ocorriam às vésperas da liquidação dos denominados Planos Varig e Transbrasil, a partir de aportes mensais da União ao Aerus nos valores necessários”. Estabeleço o prazo de 30 (trinta) dias, a contar da data da intimação, para o cumprimento desta decisão, findo o qual, sem cumprimento, incidirá multa diária, que fixo em R$ 100.000,00 (cem mil reais).”
Fecho da sentença do Desembargador Daniel Paes 

Pergunto: qual a diferença?
Informo que a diferença entre o que escrevo e o que a senhora Graziella fala é que ela se engana que os participantes estarão contemplados, isto é, os ativos estarão neste contexto, quando o desembargador não descreve isto como um fato. 

Em minha mensagem agradeço até a ação civil pública que possibilita o acordo proposto. Não entendo a raiva transmitida quanto aos meus trabalhos, que são feitos com respeito e dedicação a todos, inclusive àqueles que, por motivos desconhecidos por mim, não compactuam com o objetivo da APRUS, que é de todos. 
Texto: Thomaz Raposo, APRUS, 30-9-2014

Relacionados:

5 comentários:

  1. O informe do Thomaz é claro e cristalino
    O que está havendo ? os que não conseguem enxergar nem o óbvio, devem pedir para serem assistidos emocionalmente por pessoas normais.
    José Manuel

    ResponderExcluir
  2. Imaginar que o modus operandi de petistas daqui seja diferente do de petistas de lá é ingenuidade ou coisa muito feia.

    ResponderExcluir
  3. Devia-se informar à "elles" que antes de expor esses argumentos (para que os mesmos não sejam considerados inapropriados, inconvenientes e sem efeito), que devem pedir "vistas" ao que já foi publicado como sentença, afim de evitar essa embaraçosa situação. Que tal um pedido de desculpas formal, via esse blogue para o Thomaz Raposo e à Aprus? Jonathas Filho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagina, caro Jonathas! Pedir desculpas?! Jamais! Pelo contrário, seus militantes continuarão atacando a pessoa.
      Entende porque me exaspero quando recebo apelos à União – em torno não, atrás deles?!...
      Abraços./-

      Excluir
  4. thomaz raposo APRUS1 de outubro de 2014 11:20

    vezes fico espantado com certas ignorâncias, é preciso conhecer um mínimo de administração para entender que quando escrevo pela associação como executivo que sou, menciono associação e não me escondo atrás dela.
    Não adianta eu escrever como pessoa física pois sempre vão entender minhas colocações como a APRUS enquanto eu lá estiver, não imagino qualquer desculpa pois como comentei só erra quem trabalha e no caso lamento o erro no Blog do saudoso Dr. MAIA e pela primeira vez mencionado pela Sra. Graziella creio já ter demonstrado paciência, compreensão e isto se deve ao fato de não ser o que ela apregoou ou seja incompetente ou sem conhecimento sobre a matéria que busco as soluções mais viáveis afinal muito estudei em minha vida profissional e não crio ilusões para os menos protegidos.

    ResponderExcluir

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-