quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Bill, cinco meses

Fez cinco meses no dia 14 deste mês.
A compilação abaixo foi feita no dia 17.

Ainda faz xixi como filhote. De vez em quando levanta a perna. Quando o fez pela primeira vez, exclamei: “Oba! Não vai ser um cão gay!” (Pode me chamar do que quiser. De preferência, cãofóbico, é lindo e popular.) Hoje, foi engraçado, ele levantou a perninha, mas não fez nada!

Lá vai fazendo o “número dois” na rua. Em casa também, em cima dos jornais. Detalhe: adora fazer quando estou jantando, well

O xixi, faz um ou dois. Guarda tudo para casa.


Roer os móveis e outros apetrechos praticamente acabou. Mas ainda mordisca bastante.

Ele é muito elogiado: “que giro!”, “que fofo!”, etc…

Aliás, o que tem de gente que me pergunta sobre o “outro” é impressionante. E compreensível. Afinal, foram quase quatro anos saindo três vezes por dia. Virei cartão postal de Massamá: aquele coroa de cabelo grisalho que anda com um cãozinho…

Voltando ao Bill, ele se mete com todo o mundo. Por um lado é bom, significa que ele não tem traumas ou complexos com gente. Por outro lado, é um pouco chato porque ele ainda mordisca bastante, e as pessoas não me ajudam na educação. Só teve uma vez, um jovem casal, ela comandava “Não! Muito feio!”. Foi ótimo.

Ah! E não fica mais desesperado quando eu saio. No início, era, para mim, desesperador. Só ia colocar o lixo no contentor e o bichinho ficava ganindo. E eu ouvindo-o enquanto descia pelo elevador…

A ENORME língua de fora é "equipamento fixo", isto é, eu prendo a trela à coleira... ele bota a língua para fora. Sério!


Enfim, para concluir: cachorro dá trabalho, às vezes tira você do sério, prende (você não pode se ausentar por muitas horas), mas é muito bom! Não sai do seu lado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-