terça-feira, 30 de setembro de 2014

Israel proíbe cavalos em carroças: fim da crueldade

Foto: Alex Roskowsky/NRG 

Em plena guerra, Israel deu um exemplo para para por fim à crueldade com animais.
O país acaba de se tornar o primeiro do mundo a proibir carroças e carruagens puxadas por cavalos e burros.
A mudança veio depois de dez anos de campanha do grupo israelense de direitos dos animais israelense Hakol Chai, que ajudou a redigir a legislação.

O grupo documentou o abuso que sofriam cavalos e burros, obrigados a transportar cargas pesadas de lixo, restos de construção...

Os animais frequentemente passavam fome, eram espancados, privados de cuidados veterinários básicos, e forçados a trabalhar longas horas sob o sol quente, sem acesso à sombra ou água.

E quando não podiam mais trabalhar, muitos cavalos eram simplesmente abandonados.

"Estamos entusiasmados com esta vitória em nossa luta para acabar com esse fenômeno cruel, fora de moda, que não tem lugar no moderno Estado de Israel", disse Reut Reshef, representante Hakol Chai"

É encorajador ver que, no meio de uma guerra, Israel também lembra a importância de tsa'ar badalei chayyim (compaixão pelo sofrimento dos animais) ".

Felizmente, cidades americanas, como Charleston, Carolina do Sul, e Nova Iorque, em breve devem seguir o exemplo de Israel e proibir carruagens puxadas por cavalos nas ruas movimentadas da cidade.

E o Brasil e Portugal? Qual seria a disposição política para seguir esse bom exemplo?
Matéria sugerida por Karen Gekker

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-