domingo, 7 de fevereiro de 2021

Campeonato português inicia hoje a segunda metade

Hoje, daqui a um pouquinho mais de uma hora (às 20h45), o FC Porto enfrentará o SC Braga, no terreno deste, no primeiro jogo da 18ª rodada do campeonato português- Liga NOS. O campeonato tem 34 rodadas.

Eis a tabela classificativa:

Amanhã, segunda-feira, o Benfica recebe o Famalicão. E na terça, o Sporting visita o Gil Vicente, em Barcelos. 

3 comentários:

  1. Até aos 60’ FC Porto vencia por 2 a 0. Resultado precioso.
    Tecatito Corona é expulso aos 62’.
    Aí, o Braga começou o empate. Não interessa se foi aos 94’ ou aos 97’. Marcou dois gols, ponto.
    Sou Portista (como Vascaíno), mas Sérgio Conceição já encheu o saco com as suas reclamações espetaculares contra a arbitragem. Não ajuda em nada o FC Porto, nem o psicológico dos jogadores que estão em campo.

    ResponderExcluir
  2. Vantagem portista de dois golos em Braga esfumou-se após a expulsão de Corona
    O FC Porto viu dois importantes pontos fugirem este domingo no terreno do SC Braga. No duelo entre segundo e terceiros classificados da Liga NOS, os campeões nacionais estiveram a ganhar por 2-0, ficaram injustamente reduzidos a dez durante mais de meia-hora e acabaram por sofrer dois golos nos instantes finais. O cartão vermelho mostrado por Artur Soares Dias a Tecatito Corona ao minuto 60 prova que, em Portugal, o crime compensa, já que um dos atletas mais virtuosos e castigados pelos adversários do futebol nacional acabou expulso por acumulação de amarelos. Há fenómenos que não têm explicação.

    Sérgio Conceição promoveu quatro alterações no onze que havia empatado em Oeiras frente à Belenenses SAD e fez entrar Malang Sarr, Tecatito Corona, Luis Díaz e Moussa Marega para os lugares do lesionado Nanu, de Fábio Vieira, de Felipe Anderson e de Evanilson. Com o defesa francês sobre o corredor esquerdo, o FC Porto reforçava a segurança no setor mais recuado, abdicando alguma profundidade ofensiva. Esse maior balanceamento para o ataque acontecia no flanco oposto, com uma ala direita completamente renovada e encarregue de partir para cima da dupla Galeno/Raul Silva. Ao quarto minuto teve início a caça a Corona e, no quinto, o mexicano é admoestado com a cartolina amarela na primeira falta que cometeu. Logo a seguir deu-se a primeira chance de golo para os Dragões, após cruzamento de Marega que Taremi desviou contra um adversário. O SC Braga respondeu da mesma forma: Esgaio centrou e Abel Ruiz cabeceou em mergulho, com o esférico a passar perto do poste direito de Marchesín. Antes do quarto de hora, Tecatito tocou para Díaz, o colombiano disparou desde a meia-lua e os forasteiros voltaram a dispor de um canto. O critério de Artur Soares Dias - que também mostrou ter gatilho rápido para castigar Matheus Uribe, mas não sancionou uma dura entrada sobre Corona aos 23' - foi testado dez minutos depois. Tormena abraça Marega dentro da área, o juiz portuense nada assinala até que João Pinheiro, o VAR, chama o chefe da equipa de arbitragem ao monitor. Confrontado com as imagens, Soares Dias teve forçosamente de apontar para a marca dos onze metros. Na conversão, Matheus até adivinhou o lado, mas o especialista Sérgio Oliveira colocou a bola com a força e a direção certas para tornar o penálti indefensável e inaugurar o marcador na pedreira. Em cima do intervalo, o médio goleador formado na Invicta cobrou um canto sobre a esquerda e a bola desviada a meias pelas cabeças de Mehdi Taremi e David Carmo esteve a centímetros de sair na direção da baliza bracarense.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mesmo em vantagem, o FC Porto regressou focado do descanso e Mbemba deu o primeiro aviso nos minutos inaugurais da etapa complementar. Ainda dentro dos primeiros dez minutos da segunda parte, Corona trabalha muito e bem pela esquerda, saca da cartola um ótimo cruzamento para o segundo poste, local onde Mehdi Taremi aparece para fuzilar de primeira as redes da casa. Cinco minutos depois, num lance com Ricardo Esgaio em que ambos tentam disputar a bola, o melhor jogador da Liga NOS 2019/20 vê o segundo cartão amarelo e torna-se no quarto jogador portista a ser expulso na presente edição do campeonato. Daí em diante, o SC Braga subiu as linhas, obrigou os nove Dragões de campo a recuar alguns metros e Sporar desferiu o primeiro aviso dos minhotos, prontamente negado por Mbemba. Pouco depois, Zaidu rendeu o desgastado Luis Díaz. À entrada para os derradeiros momentos da partida, já com João Mário no lugar Mehdi Taremi, Piazon cruzou rasteiro e Fransérgio disparou e bateu um desprevenido Marchesín. 17 minutos depois de ter entrado, Zaidu saiu com queixas físicas para dar a vaga a Diogo Leite. No chuveirinho final, a bola sobra novamente para Lucas Piazon que torna a centrar rente à relva e Gaitán só teve de encostar para fazer o empate. Até ao último apito de Artur Soares Dias, Marega ainda esteve perto de recolocar os Dragões em vantagem, porém Matheus negou o 2-3 numa excelente intervenção com os pés.

      Excluir

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-