sexta-feira, 8 de outubro de 2021

007 - Sem Tempo Para Morrer — não assista a essa merda!

Ernesto Ribeiro Barboza de Oliveira


Eis a crítica de espectadores feita pela plateia do cinema:

Filme chato, enfadonho, inconsequente e sem ideias.

O politicamente correto matou o James Bond. Matar o Bond no final é péssimo, mas torturá-lo durante todo filme, vendo destruir a natureza da personagem em nome de um rol de clichês do politicamente correto é inaceitável. Péssimo.

O PIOR filme de James Bond. Conseguiram estragar tudo, misturar tudo, e fazer uma grande bagunça. NÃO ASSISTAM. 

Personagens, cenas e falas que não fazem sentido e não agregam em nada. Bond meio bobo, fazendo piadocas, longe do humor que ele tem. Vilões e vilanias que parecem ter saído diretamente dos anos 90, bem caricaturais. Cenas de tiroteio louco sem pé nem cabeça. A parte final parece ter sido pensada de improviso. Diálogos tediosos e desconexos. Vai e vem de personagem para nada (sequestra aqui para soltar do nada ali). Enfim, 3 horas para destruir uma sequência de filmes que tinham modernizado o personagem. Uma pena.

Fraco demais. De todos o pior era o com George Lanzenby, mas esse superou todos os outros. Tirou a essência total da franquia. O fim da passagem do ator Daniel Craig não poderia ter sido tão melancólico como esse.

Infelizmente acabaram com toda a história do personagem, Ian Fleming deve estar se revirando no túmulo agora. 007 é um playboy e não um pai de família. E outra, existem personagens que não morrem nunca! Que cagada que fizeram com a franquia.

Um ano e meio. Um ano e meio esperando para ver um ídolo, que cresci indo ao cinema para assisti-lo. O que eu vi acabou com a minha noite e com meu dia seguinte. Não era um filme do James Bond, era um filme de um agente qualquer, mas James Bond, definitivamente, não era.

O FDP do diretor, Cary Fukunaga, quis reinventar James Bond (ou "desconstruir"), chegando (****SPOILER****) ao ponto de fazê-lo ajoelhar pedindo perdão ao vilão (vilão vergonhoso) e dando um final, triste, melancólico, frágil, vulnerável, esquecendo QUEM É JAMES BOND.

PIOR bond girl de todos os tempos. Nem bonita ela é. Basta lembrar que Léa Seydoux — com aquela cara de patricinha emburrada que se perdeu no shopping — é a mesma que em "Missão Impossível 4" entrou muda e saiu calada, sem convencer ninguém que era uma espiã assassina perigosíssima.

Ainda bem que Sean Connery e Roger Moore não estão mais aqui para não morrerem de desgosto ao assistir a essa desgraça total cuspindo merda na cara dos fãs. 

Não é um filme de James Bond, descaracterizaram totalmente a franquia e o personagem.

Isso não é um filme de 007... é um drama meloso e sem adrenalina.

Cagado, até o ator chora pela sua atuação forçada...

Uma merda!!! Isto é gozar com o nome Bond!!!

Pior final escolhido para um filme.

Vão se f.... Sem mais. Lixo.

Horrível!!!

Título, Imagens e Texto: Ernesto Ribeiro Barboza de Oliveira, 7-10-2021

Um comentário:

  1. Muito obrigado por divulgar o que o público precisa saber com urgência: o Mal triunfou uma vez mais. E cada dia mais nessa Era Apocalíptica em que vivemos. A Grande Mídia se prostitui para a Esquerda. Até o Cinema Americano foi comprado pela China. "Hollyweird" se corrompeu até a medula, vendeu a "alma" ao Diabo e perverteu todos os ícones mais caros á Civilização Ocidental. Nada mais restou dos nossos valores. "O resto é silêncio." (Hamlet) --- Descanse em Paz, James Bond.

    ResponderExcluir

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-