sexta-feira, 8 de outubro de 2021

Corrupção provocou déficit de R$ 13 bilhões em fundo de pensão dos Correios, afirma secretário

Diogo Mac Cord defende a privatização da estatal

Cristyan Costa

Diogo Mac Cord [foto], secretário especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados do Ministério da Economia, disse que a corrupção nos Correios levou a um déficit de R$ 13 bilhões no Postalis, fundo de pensão da estatal.

Foto: Washington Costa/ME

Segundo Mac Cord, o aposentado beneficiário do Postalis, que imaginava receber R$ 4 mil por mês, hoje ganha R$ 3 mil. O restante é direcionado para reparar o buraco provocado pelas irregularidades de governantes.

“Isso é desrespeito ao trabalhador que economizou dinheiro que foi roubado por administração corrupta”, salientou Mac Cord, na quinta-feira 7, durante evento virtual promovido pela Confederação Nacional dos Transportes.

O secretário ressaltou a melhora da administração da empresa durante o governo Bolsonaro ao comparar o prejuízo de R$ 2 bilhões registrado pela estatal em 2015 com o lucro de R$ 1,5 bilhão do ano passado.

A solução para sanar demais problemas da companhia pública é privatizá-la, defende Mac Cord.

Título e Texto: Cristyan Costa, revista OESTE, 8-10-2021, 7h09

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-