quarta-feira, 2 de fevereiro de 2022

‘Garota de Ipanema’ ajuda polícia italiana a prender fugitivo

Prisão foi realizada com a ajuda de um velho disco de vinil de Astrud Gilberto com o saxofonista Stan Getz

O falsário italiano Roberto Vivaldi [foto], de 69 anos, foi preso após 25 anos de fuga com a ajuda de um disco de vinil. Segundo o jornal The Times, Vivaldi foi localizado pela polícia venezuelana, a pedido da Interpol, na Ilha de Margarita.

O fugitivo estava vendendo discos de vinil pelo correio com identidade falsa. Um desses discos era uma gravação da década de 1960 de “A Garota de Ipanema” (de Tom Jobim), com Astrud Gilberto e o saxofonista Stan Getz. A polícia italiana conseguiu interceptar um desses LPs e identificou nele as digitais de Vivaldi. 

Os policiais italianos então agiram como compradores do disco e inventaram uma história que pretendiam comprar um restaurante na Ilha de Margarita. Pediram a Vivaldi que servisse como intermediário na transação e marcaram um encontro. A pedido da Interpol, a polícia venezuelana o prendeu, e agora o fugitivo está sendo extraditado para a Itália, para cumprir sua pena.

Título e Texto: Redação, revista Oeste, 1-2-2022, 21h50

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-