quinta-feira, 17 de fevereiro de 2022

Mais de 23.800 cariocas foram vítimas de roubo a transeunte em 2021

Roubos a transeunte são assaltos a indivíduos que são abordados enquanto transitam em vias públicas

Carolina Carvalho

De acordo com a análise do Instituto Rio21 dos dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), quase vinte e quatro mil pessoas foram vítimas de roubo a transeunte no município do Rio de Janeiro em 2021. Esse tipo de roubo foi o mais cometido na cidade no ano passado. Trata-se de assalto a indivíduos que são abordados enquanto transitam em vias públicas.

Em seguida, roubo de veículo foi o segundo delito com o maior volume de ocorrências, contando com cerca de 12,1 mil casos. Em comparação com roubo a transeunte, o nível de registros foi 49,1% menor.

Dentre as cinco espécies de roubo com a maior quantidade de registros em 2021 no Rio de Janeiro também estão roubo de celular (8.608), roubo em coletivo (6.022) e roubo de carga (1.714).


()

Título e Texto: Carolina Carvalho, Diário do Rio, 17-2-2022

O número deve ser maior, com certeza. Muita gente, furtada ou roubada, não faz B.O. 😏

Um comentário:

  1. A polícia vai dar um nome bem bonito e chamativo para a operação que porá um fim definitivo nessa sacanagem com os cidadãos de bem. 'Operação Transeunte Faltoso'. Ou seja, a policia vai identificar os transeuntes que ainda não foram roubados ou furtados, e passar a lista para os assaltantes de plantão. Assim, certamente, a listagem dos mais de 23.800 deverá ultrapassar as marcas dos que ainda não pegaram carona na Covid-19. Tão logo ultrapasse esse número, a Covid-19 e a sua variante Ômicron, serão conhecidas como a COVIRIO-21.
    Carina Bratt
    Ca
    da Lagoa, no Rio de Janeiro

    ResponderExcluir

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-