segunda-feira, 18 de abril de 2022

Comissão do Aerus pede ajuda através de doações


Grupo fundamental na atual busca de uma solução definitiva para o Aerus, a Comissão do Aerus do Rio Grande do Sul está enfrentando problemas financeiros. Neste momento de necessidade, a Comissão recorre a categoria aeroviária.

Segundo comunicado da Comissão, a verba disponível em caixa só é capaz de sustentar o grupo e suas despesas até maio deste ano. Dentre as despesas desta comissão, uma em especial não pode sofrer risco de interrupção. É o caso do principal investimento desta Comissão, o pagamento do Contrato de Prestação de Serviços da Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil (Fentac) com Graziella Baggio, assessora que trabalha exclusivamente para a solução do Aerus.

Antes honrado pela Federação através de repasse das entidades sindicais filiadas, o custo mensal do contrato passou a ser mantido por um rateio das comissões com a recente mudança da legislação sindical. Com a renda dos sindicatos sufocadas, coube para esta união entre representantes de aposentados assumir esta responsabilidade.

O Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre salienta a importância não só para este momento, mas também a importância histórica do trabalho das comissões e de Graziella Baggio. Para a entidade, “ajudar é uma questão de sumo importância. Nós viemos até aqui lutando pela Aerus e não é agora que devemos descansar”, afirma a diretoria.

()

Fonte: Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre, 21-3-2022

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-