quinta-feira, 7 de abril de 2022

Companhias aéreas aumentam preço da bagagem despachada

Reajustes foram aplicados pelas empresas Gol, Azul e Latam

Bruno Bocchini

As maiores companhias aéreas do país, Gol, Azul e Latam, aumentaram o preço do transporte das bagagens despachadas. A companhia Gol, nos voos que não oferecem o despacho gratuito das malas, passou, desde o último dia 5, a cobrar preços que variam de R$ 95 (1ª bagagem) a R$ 250 (3ª a 5ª), nos voos domésticos; e de R$ 199 a R$ 650, nos voos internacionais. Os preços anteriores eram, respectivamente, de R$ 80 a R$ 250, e de R$ 100 a R$ 650.

“A Gol afirma que o reajuste nos valores para o despacho de bagagens se deve ao atual cenário de aumento de custos na aviação comercial, e ainda como forma de adequação aos valores praticados pelo mercado”, destacou a companhia em nota.

A Latam elevou o preço para o despacho de bagagens no último dia 14, mas apenas para os voos nacionais. O valor mínimo passou de R$ 65 para R$ 75, e o valor máximo continuou em R$160. Segundo a Latam, a guerra na Ucrânia impactou diretamente o preço do petróleo e, consequentemente, o preço do querosene da aviação, e nos custos da empresa. “Esse cenário também impacta em aumento de preços das passagens e serviços adicionais da ordem de 25% a 30%”.

A empresa Azul elevou, em 7 de março, o preço da primeira bagagem: o valor mínimo passou de R$ 80,00 para R$ 90,00 em trechos domésticos. O preço máximo continua em R$ 250. Nos trechos internacionais, não houve alteração dos preços.

Título e Texto: Bruno Bocchini; Edição: Valéria AguiarAgência Brasil, 7-4-2022, 15h44

Um comentário:

  1. Os passageiros que voam para baixo e para cima, deveriam carregar só o necessário, naquelas mochilas que podem ir no interior da aeronave... ai certamente, com os bagageiros vazios, as empresas aéreas enfiariam as tarifas exorbitantes no próprio rabo, ou no pior dos mundos, no fiofó da galera da inoperante ANAC ou (AGÊNCIA NACIONAL DOS ASSOPRADORES DE CANUDINHOS), para não apalavrar um monezinho mais fungoso.
    Aparecido Raimundo de Souza
    de Sertãozinho, interior de São Paulo

    ResponderExcluir

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-