quinta-feira, 7 de abril de 2022

Morre único sobrevivente do Holocausto nascido no Brasil

Depoimentos de Adorn Stern sobre o Holocausto viraram filme

Bruno Bocchini

Morreu hoje (7), em São Paulo, aos 94 anos, Andor Stern [foto], o único sobrevivente do Holocausto nascido no Brasil. De acordo com a Confederação Israelita do Brasil (Conib), Stern, nascido na capital paulista, mudou-se para a Hungria ainda criança junto com seus pais. Foi levado para Auschwitz, separado de sua família e não voltou a revê-la.

“A Conib lamenta sentidamente a morte nesta quinta-feira do sobrevivente do Holocausto Andor Stern, que deu grande contribuição à sociedade dedicando parte de sua vida a relatar os horrores do Holocausto”, destacou a entidade, em nota.

De volta ao Brasil, Andor se dedicou a contar o que viu e sofreu no campo de extermínio construído pelos nazistas na Polônia. Os depoimentos de Stern foram registrados no filme Não Mais Silêncio, de Marcio Pitliuk e Luiz Rampazzo.

O Holocausto foi o massacre de judeus e de outras minorias ocorrido nos campos de concentração alemães durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

A família não divulgou a causa da morte de Stern, que deixou cinco filhos. O enterro ocorreu às 15h no Cemitério Israelita do Embu, na capital paulista.

Título e Texto: Bruno Bocchini; Edição: Denise Griesinger – Agência Brasil, 7-4-2022, 16h30 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-