terça-feira, 25 de dezembro de 2018

[Aparecido rasga o verbo] Petição

Aparecido Raimundo de Souza

O QUE PEDIRÍAMOS A JESUS CRISTO SE O ENCONTRÁSSEMOS na rua, numa esquina ou sentado numa praça qualquer? Sinceramente? Nada para nós, em particular. Mas, do fundo de nossa alma, a lista seria maior que a de Schindler. Em vista disto, achamos que Jesus Cristo não realizaria nenhum dos nossos desejos, pelo menos os considerados mais prementes. Por primeiro, conclamaríamos a Ele que consumisse de uma vez para sempre com a fome que infesta o mundo. No mesmo corte da faca afiada, com as doenças que matam pessoas em todos os cantos do planeta. Que dizimasse com a pobreza e afastasse das ruas, das sinaleiras, das cracolândias, as crianças que vivem sem tetos, desamparadas e ao deus dará.

Rogaríamos mais. Que liquidasse com as guerras, com a soberba, com a ganância e que tirasse de alguma forma os empreguinhos milionários de todos os parlamentares que infestam a Capital do Brazzil, o Grande Penico de Merda, e que botasse um fim definitivo em um bom número de ladrões que nos achacam cada vez com maior intensidade e rigor. Que mandasse para o inferno os espertos de colarinhos brancos e sapatos de grife, os sacripantas e flibusteiros que, de alguma forma, direta ou indiretamente detém o poder.

Pediríamos ainda que Jesus Cristo impedisse de circularem os larápios, os ratos de esgotos, os vermes peçonhentos, as baratas, os infames que vivem às margens da desdita e, mesmo tapa, despachasse, para os quintos, aquelas figuras que desfrutam, respiram e sobrevivem das desgraças alheias vinte e quatro horas por dia. Cremos do fundo de nosso ser, uma vez enterrada em definitivo a miséria humana, com certeza esta gentalha que desfila em carrões bonitos e se entoca em mansões à beira do Paranoá não teria vez nos palanques, nem como engabelar os milhares de trouxas e babacas que vivem por aí amarrados e amordaçados na linha tênue do despenhadeiro.

Por segundo, suplicaríamos, no mesmo conjunto de interseções, que o Filho de Deus, na sua Santa Misericórdia, fizesse descer o fogo vindo do céu e se alastrasse nos bancos da assembleia, nas cadeiras e sofás da câmara, onde a podridão impera de forma reiterada. Que extirpasse a pouca vergonha dos nossos ministros do STJ, e outras pocilgas. Na verdade, todas estas “casas de mães joanas”, estamos cansados de saber, não vão além de panelas e caldeirões enormes de mentiras e lorotas e que (em outro norte) em épocas eleitoreiras, o povo não sofresse lavagem cerebral de nenhum tipo, notadamente pelos malditos horários políticos.

Insistiríamos ainda (de joelhos na terra e as mãos em atitudes de prece), em nossa petição de trocentas “pedições”, clemência, benignidade e piedade pelos doentes morrendo nos corredores dos hospitais do SUS, espalhados por todos os quadrantes da federação.  Daríamos um grito em chamada pelos pais de famílias perdendo suas vidas nas mãos dos facínoras soltos por nossas cidades. Pediríamos, por fim, que o Mestre Jesus Cristo voltasse de vez e, ao oposto de Abraão (conforme lemos em (Gn. 18, 20 e 32), que acabasse com o mundo. Ao nosso humilde entendimento, caros amados, NÃO HÁ MAIS SALVAÇÃO PARA ELE.  NESTA ALTURA DO CAMPEONATO, SÓ UM MILAGRE. COMO TRISTES BOÇAIS E CARAMINGUADOS, ESTAMOS À ESPERA DE UM. 

P.S.: FELIZ NATAL A TODOS OS NOSSOS AMIGOS E LEITORES.

Título e Texto: Aparecido Raimundo de Souza, jornalista. Do Sitio Shangri-Lá, Um lugar perdido no meio do nada. MG. 25-12-2018

Colunas anteriores:

13 comentários:

  1. Se encontrasse com o cristo, eu pediria o maior milagre que ele poderia fazer!

    Todos os outros pretensos milagres,seriam coisas de profetas pentecostais arrecadodores de verbas , e ilusionistas de casinos americanos.

    Eu pediria à ele ...apenas…
    Que existisse de verdade!

    Para que acabasse esta dúvida que divide a humanidade .
    se ele fizesse este milagre, não haveria como não ser cristão!

    Afinal ele mesmo provou !

    Mas ...este nem ele com todo o suposto poder consegue!
    Ou quer????
    Agora impedir que circulassem os que "respiram e sobrevivem das desgraças alheias vinte e quatro horas por dia."
    Isto ,ou ele não quer, ou não pode !
    Mas antes precisa provar sua existência!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OPSSS!
      Falha nossa!
      O anônimo acima é esta distinta figura descartável!

      Paizote

      Excluir
    2. OBRIGADO, PAIZOTE, PELA SUA PARTICIPAÇÃO. VOCÊ É UM ANÔNIMO IDENTIFICADO. FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO COM MUITAS ALEGRIAS, UM BOEING CHEIO DE SAÚDE, GRAÇA E PAZ! Aparecido Raimundo de Souza, de "Shangri-Lá", um lugar perdido no meio do nada. MG.

      Excluir
  2. Eu sou ATEU, e não quero provar sua existência.
    Se você é religioso não precisa provar sua existência.
    Existem um muito de apostadores da MEGASENA que apostam e pedem para deus uma "fézinha" ou seja pedem que o universo sorteie a sua aposta, com promessas de ajudar o próximo e outras "cositas mas".
    TUDO BALELA.
    Joga sem FÈ pela FÉ.
    Pouco me importa se Jesus É ou não É.
    O verdadeiro PODER está em nossas FILOSOFIAS DE VIDA, nas IDEOLOGIAS reside a ignorância de provar o desconhecido, sem a FILOSOFIA do correto.
    Assistam o FILME sem saber o final.
    fui...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu prezado amigo Vanderlei Rocha. Obrigado pelas suas palavras. Fiquei lisonjeado. Tenha um feliz natal com muita saúde, graça e paz.
      Aparecido Raimundo de Souza, de "Shangri-Lá", um lugar perdido no meio do nada.

      Excluir
  3. Eu não sou ateu!
    Apenas não sei quem ou o que é Deus!
    Sei que não é o mesmo "vendido" nos templos , este é para marketing das religiões.
    Sei que existe,e é a soma de tudo no universo, inclusive eu e vc!
    Convenhamos que é um bata Deus!

    Paizote

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PAIZOTE,
      Eu não quero descobrir os limites do universo, nem quem ou o que o fez.
      As pessoas não lêem muito, apenas rasgam os livros em suas mentes.
      Não procuram os sentidos das palavras.
      Vem um cara e escreve SER OU NÃO SER, EIS A QUESTÃO.
      SER o que, ou quem?
      Não ser o que, ou quem?
      Viver ou não viver?
      Estar ou não estar?
      Haver ou não haver?
      Eu e você somos, estamos, havemos e vivemos.
      Você sabe de onde venho e para onde vou.
      Conheço seu universo e você conhece o meu.
      As nossas diferenças são apenas nas maneiras que administramos nossos sentidos adquiridos no passado agora no presente.
      Não me preocupo com a a fé, me preocupo em não ter fé.
      Neste natal o meu cunhado, irmão de minha esposa, que me mandou TOMAR NO CU, em 1988 por causa da sua fé espírita, e do partido trabalhista, pois era metalúrgico na época, veio do nada em minha casa pedir desculpas.
      Arrependido não sei.
      Não inflou meu EGO.
      Tinha sido demitido e fez concurso para os CORREIOS, e teve seus fundo de pensão ROUBADO, como nós.
      Perguntou-me se tinha sido previsão na época.
      Eu respondi que estava tudo nos livros.
      Se a mente conseguir mexer com a genética não precisamos de medicinas.
      Se há um poder mental de interferir em nossas vidas ele só pode ser o nosso, nunca os de outrem.
      O homem é o único predador de si mesmo e o predador "MUST BE" DESTRUÍDO.
      Quem sabe o que é direito e errado, direita e esquerda, norte e sul nunca se perde.
      Assim como os rios todo mundo caminha em direção aos mares.
      Enquanto houver árvores há rios e alimentos por perto.
      Sobreviva...
      fui...

      Excluir
  4. Rocha ,meu caro !
    Neste inicio de ano novo tenho uma coisa não muito simpática para te dizer!
    A cada dia nos acho mais parecido ,eu e vc , e mesmo tentando a razão me obriga a admitir...
    Desculpe...foi sem querer!

    Paizote

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aos demais que se fizeram presentes, ainda que em repeteco, um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo com 2.019 mil novidades.

      Todo mundo veste
      a sua roupa.
      A minha eu
      não visto,
      invisto.
      A minha roupa
      é ideia:
      não se prende
      a matéria.

      Abraços carinhosos a todos os amigos, leitores, anônimos e etc.
      Aparecido Raimundo de Souza, de "Shangri-Lá" um lugar perdido no meio do nada. MG

      Excluir
    2. Todo mundo veste
      a roupa que couber.
      A minha eu
      não visto,
      invisto.
      A minha roupa
      é a ideia:
      se aprende
      a matéria.

      fui...

      Excluir
    3. Todos mundo veste
      a roupa que tiver
      A minha eu
      não visto ,
      me dispo.
      A Minha roupa
      é a ideia
      se desprende
      da matéria.


      Quem mais se habilita ?

      Excluir

    4. Boa noite. Vou me "habilitar" novamente ao amigo Vanderlei Rocha, no seu comentário das 19:46. Aos demais, anônimos, como dito em texto comentário publicado anteriormente, ou mais precisamente em “Natal” (Cão que Fuma de 21.12.2018), não responderei aos leitores que não se identificarem. Desta forma, continua de pé e em pé tal observação. Aquele leitor ou leitora que quiser se fazer presente, seja bem vinda, seja bem vindo. Vou adorar a participação, e responderei a cada um em particular. Contudo, por gentileza, sem gritar, sem berrar, sem usar letras maiúsculas. Deixe sua foto de rosto, seu nome, e-mail. Bem. Vamos lá, meu caro Vanderlei.

      Não me ouvirás queixume nem lamento
      (só o frio da manhã me reanima...)
      e mesmo estando triste de momento,
      não me ouvirás chorar, pois choro em rima.

      Não me verás a dor, pois mostro apenas
      a mão que apara os golpes mais adversos.
      Um lânguido sorriso esconde as penas:
      não me verás chorar, pois choro em versos.

      Ser frágil como pétala intocada
      e ainda assim ser símbolo da paz;
      ser luz... ser sombra... e se não for mais nada,
      ser sílaba, que em versos se desfaz…

      Feliz Natal. Próspero ano novo.

      Aparecido Raimundo de Souza, de Shangri-Lá, um lugar perdido no meio do nada.

      Excluir
    5. DE NOVO ESUQECI DE ASSINAR O COMENTÁRIO...EITAAAA!

      Anônimo27 de dezembro de 2018 20:40
      Todos mundo veste
      a roupa que tiver
      A minha eu
      não visto ,
      me dispo.
      A Minha roupa
      é a ideia
      se desprende
      da matéria.


      Quem mais se habilita ?


      PAIZOTE

      Excluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-