quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

[Viagens, Produtos e Serviços] Uber Eats

Experimentei e gostei. Do serviço. Quanto ao restaurante, sabe cumeéquié, o hamburgão chega parecendo “mistura urbana de carne sintética amassada com massa suburbana que se diz pão”. Não é culpa do entregador, é de quem encomenda, well...

Reconheço que não é fácil embalar comida para viagem; o restaurante que me serviu não sabe.

Me lembro de dois restaurantes no Rio de Janeiro: La Mole e um restaurante de comida chinesa que não lembro o nome. Ambos perfeitos nas entregas em domicílio. Do La Mole o filet au poivre chegava inteirinho.

Ops! Estou divagando, pois que o escopo deste apontamento não é o de escrever sobre um restaurante, mas sobre um serviço. Do qual gostei. Chegou para ficar – e continuar!

Os dois restaurantes que citei acima tinham (não sei se ainda têm) um grupo de entregadores exclusivos. Passo pelo “Bibi Sucos”, na Olegário Maciel, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, mais ou menos pelas 18h40, vejo umas vinte caixas “Bibi Sucos” esperando a azáfama que irá começar dentro de mais uns minutos... Com o Uber Eats, o “Bibi Sucos” não mais precisará de entregadores exclusivos, deu para entender?

E quem fala em “Bibi Sucos”, fala do La Mole, Telepizza, Domino’s Pizza, Gambrinus, Tavares, etc...

Mais uma inovação deste belo mundo – capitalista, por supuesto. A serviço dos consumidores, que são cidadãos.

Anteriores:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-