segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

[Foco no fosso] Feliz 2019 à nação

Haroldo P. Barboza

Peço desculpas por iniciar com um anagrama chulo.

Momentaneamente, nossa pátria está numa profunda MERDA. Por isto, vou ME DAR o presente de Natal deste ano, rompendo com o PASSADO que nos acostumou a somente pedir, desde viagens luxuosas aos extremos do planeta, à continuidade das “bolsas” que aprimoram a indolência que o próprio clima fermenta sobre parte da população cujas raízes não foram as mais vitalizadas em direção ao labor. Em função disto, por dezenas de anos alargamos os cinturões que delimitam o perímetro de misérias que sufocam nossos sonhos.

Concordamos (mais de 99,9%) que a magia infantil do presente no sapatinho deve ser alimentada entre as crianças até 8/10 anos. Bem como outras magias que lentamente estão sendo propositalmente corrompidas pelos que têm interesse em acabar com a unidade familiar que corresponde ao elo de cidadania que precisa estar em funcionamento contínuo.

No pacote de meu presente, consta a vontade que pretendo dividir com outros interessados que possam ter o mesmo objetivo. Ela está baseada nos pilares básicos: observar, sugerir, ensinar, construir, fiscalizar, cobrar, aplaudir, preservar.

Vamos nos doar um pouco a favor da nação contaminada pela “peste roububônica”, deixando de praticar o “jeitinho vantajoso” apenas para o idealizador e que por menor que seja, cria prejuízos à coletividade.

A partir do novo ano, vamos arrastar conosco os novos governantes, eleitos em função de promessas que contemplam a administração profissional meritória e reduzem as brechas por onde escoam nossas divisas, arrastando nossas esperanças para a lama.

Que em 2019 possamos trabalhar para oferecer um belo PRESENTE ao FUTURO de nossos herdeiros.


Título, Imagem e Texto: Haroldo P. Barboza, 17-12-2018

Anteriores:

Um comentário:

  1. Muito roubo de dinheiro neste país. Nós todos pagando impostos e os caras metendo a mão. E ainda tive que ouvir da boca daquele asqueroso do vice da Dilma Rousseff no Poder em Foco do SBT, a seguinte frase: "Na democracia, o povo de tempos em tempos é assim mesmo e quer mudar tudo o que está aí".


    (Vão se fuder porque não sou obrigado!!!)

    ResponderExcluir

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-