segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

[Foco no fosso] Feliz 2019 à nação

Haroldo P. Barboza

Peço desculpas por iniciar com um anagrama chulo.

Momentaneamente, nossa pátria está numa profunda MERDA. Por isto, vou ME DAR o presente de Natal deste ano, rompendo com o PASSADO que nos acostumou a somente pedir, desde viagens luxuosas aos extremos do planeta, à continuidade das “bolsas” que aprimoram a indolência que o próprio clima fermenta sobre parte da população cujas raízes não foram as mais vitalizadas em direção ao labor. Em função disto, por dezenas de anos alargamos os cinturões que delimitam o perímetro de misérias que sufocam nossos sonhos.

Concordamos (mais de 99,9%) que a magia infantil do presente no sapatinho deve ser alimentada entre as crianças até 8/10 anos. Bem como outras magias que lentamente estão sendo propositalmente corrompidas pelos que têm interesse em acabar com a unidade familiar que corresponde ao elo de cidadania que precisa estar em funcionamento contínuo.

No pacote de meu presente, consta a vontade que pretendo dividir com outros interessados que possam ter o mesmo objetivo. Ela está baseada nos pilares básicos: observar, sugerir, ensinar, construir, fiscalizar, cobrar, aplaudir, preservar.

Vamos nos doar um pouco a favor da nação contaminada pela “peste roububônica”, deixando de praticar o “jeitinho vantajoso” apenas para o idealizador e que por menor que seja, cria prejuízos à coletividade.

A partir do novo ano, vamos arrastar conosco os novos governantes, eleitos em função de promessas que contemplam a administração profissional meritória e reduzem as brechas por onde escoam nossas divisas, arrastando nossas esperanças para a lama.

Que em 2019 possamos trabalhar para oferecer um belo PRESENTE ao FUTURO de nossos herdeiros.


Título, Imagem e Texto: Haroldo P. Barboza, 17-12-2018

Anteriores:

Um comentário:

  1. Muito roubo de dinheiro neste país. Nós todos pagando impostos e os caras metendo a mão. E ainda tive que ouvir da boca daquele asqueroso do vice da Dilma Rousseff no Poder em Foco do SBT, a seguinte frase: "Na democracia, o povo de tempos em tempos é assim mesmo e quer mudar tudo o que está aí".


    (Vão se fuder porque não sou obrigado!!!)

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-