sábado, 6 de junho de 2020

Contos loucos dos moucos (XLIII) – Manifestação

Era domingo. Se bem que ele preferisse que fosse dia de semana, pois tem mais gente nas ruas, mais comércio aberto, mais ônibus circulando...

Tomou um café reforçado: até traçou dois ovos fritos!

Vestiu o jeans surrado, a camiseta preta, calçou os coturnos. Se olhou no espelho, tava tudo bem. Se adornou com o colete, tipo o dos fotógrafos, cheio de bolsos, que um tio comissário da Varig lhe trouxera de Hong Kong... preencheu os bolsos do colete com um canivete suíço, que o mesmo tio, generoso, lhe trouxera de Zurique; um “soco inglês”; uma adaga, que comprara no mercado livre... colocou o lenço preto à guisa de máscara, e saiu.

Ia participar de uma manifestação “Pró-Democracia”, estava muito feliz.



Anteriores:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-