terça-feira, 24 de novembro de 2020

Bueiro quebrado há mais de 6 meses vira pesadelo para moradores do Rio Comprido

Moradores já entraram em contato com a prefeitura que até o momento não fez o reparo 

Altair Alves 

Buracos que viram verdadeiras armadilhas em vias movimentadas do Rio de Janeiro de Janeiro, infelizmente, já fazem parte da rotina de cariocas de diversas partes da cidade. 

A falta de conservação do espaço público se tornou comum da Zona Oeste à Zona Sul da Capital Fluminense, geram situações em que a população fica exposta a acidentes. 

No bairro do Rio Comprido, na Zona Norte do Rio, o cenário não é diferente, moradores da Rua Barão de Petrópolis relatam que convivem há mais de seis meses com o medo de se machucarem em uma tampa de bueiro quebrada, localizada na altura do número 244 da via. 

A via, é uma das mais extensas do bairro, possui grande fluxo de pessoas, devido à grande quantidade de estabelecimentos comerciais que funcionam na localidade. 

Indignados, os moradores da rua contam que já fizeram diversas reclamações junto ao 1746 da Prefeitura, mas que até o momento ninguém apareceu no local para reparar o dano. 

Até uma pedra foi improvisada como tapa-buraco, para que se evitem eventuais acidentes com pedestres e motoristas que passam pelo trecho. 

O DIÁRIO DO RIO entrou em contato com a Subsecretaria de Conservação da Prefeitura do Rio, que informou que enviará uma equipe esta semana ao local para vistoriar e programar o serviço de tapa-buraco na via.

Título e Texto: Altair Alves, Diário do Rio, 23-11-2020

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-