segunda-feira, 9 de novembro de 2020

Governo socialista de Portugal impõe toque de recolher

Autoridades sustentam que a medida é “para conter o avanço do coronavírus”

Cristyan Costa 

O primeiro-ministro socialista de Portugal, António Costa [foto], anunciou a imposição de um toque de recolher obrigatório, que entra em vigor nesta segunda-feira, 9. 

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

A medida pegou a população de surpresa. Salvo em casos excepcionais, a circulação de pessoas fica proibida de segunda a sexta entre 23h e 5h. 

Nos fins de semana, as regras são mais duras: está proibido sair de casa entre 13h e 5h. A nova determinação do governo é para “frear o avanço do coronavírus” e vai abranger 121 cidades, incluindo Lisboa. 

Em síntese, 70% da população será afetada. Costa reconhece que a medida vai impactar negativamente a economia do país: “Não são medidas boas para o comércio, mas são necessárias para controlar a pandemia”, afirmou, ao mencionar que o decreto tem validade de quinze dias, porém, deve durar meses. 

Título e Texto: Cristyan Costa, revista Oeste, 9-11-2020, 6h40

Um comentário:

  1. Paulo Renato Versiani Velloso9 de novembro de 2020 11:26

    Essas medidas até parecem piada de português. Durante a semana ficam em casa das 23:00 às 05:00hs e no fim de semana (quando o vírus sai mais cedo para dar um rolê nas tardes lusitanas) das 13:00 às 05:00hs.

    Fora destes horários o vírus se recolhe para descansar, aí podem sair à vontade.

    Tomem vergonha, cambada de cretinos!

    ResponderExcluir

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-