segunda-feira, 11 de janeiro de 2021

Em Portugal, religiosas enclausuradas contraíram o coronavírus

Irmãs vivem em isolamento dentro de suas celas

Artur Piva


Dentro da Igreja Católica, algumas freiras e monjas fazem voto de clausura e cessam seu contato com o mundo exterior. Em Portugal, 14 religiosas que vivem enclausuradas e isoladas em suas celas no Mosteiro de Campo Maior, na cidade de Évora, testaram positivo para o coronavírus. Segundo o Diário de Notícias, jornal português, as idades das irmãs variam entre 26 anos e 77 anos. A Madre do convento informou que apenas um dos casos apresenta sintomas mais graves. “Há apenas uma irmã que apresenta sintomas mais severos, como febre alta e dores no corpo”, relatou. “As restantes apresentam alguma tosse e a febre inicial já desapareceu.”

Título e Texto: Artur Piva, revista Oeste, 11-1-2021, 14h23

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-