quarta-feira, 31 de março de 2021

O extraordinário caso dos 29 milhões de vacinas desaparecidos das notícias, e do vírus que se rege pela cronologia da revolução francesa

Helena Matos

24 de Março: Itália descobre 29 milhões de vacinas escondidas. AstraZeneca nega que fossem para o Reino Unido (…) as doses seriam para enviar para o Reino Unido. A denúncia partiu do comissário europeu Thierry Breton. [Foto].

Foto: Emil Helms/Reuters

Tal como chegaram, os 29 milhões de vacinas desapareceram. Sumiram-se. Tanto quanto se sabe:

a) Foi o comissário do Mercado Interno, Thierry Breton, quem pediu ao Governo italiano para lançar a inspeção em Anagni.

b) As vacinas não estavam escondidas, mas tão só à espera do controlo de qualidade emitido pela Agência Europeia do Medicamento, para serem distribuídas na Europa.

c) O Reino Unido não recebe vacinas daquela fábrica.

d) O destino das vacinas seria diversos países da União Europeia, países que beneficiam do programa de apoio Covax.

e) Thierry Breton esteve em Portugal. A SICN fez uma peça da mais pura propaganda bolivariana (valha-nos que Breton é bem mais chic que o Maduro), com o senhor comissário a destilar ódio contra os britânicos. Sobre a incompetência da UE nem uma palavra. Sobre o que aconteceu na fábrica em Itália ainda menos.

f) Ao EXPRESSO o senhor Breton declarou: “Se a AstraZeneca tivesse cumprido as encomendas como fez com a Grã-Bretanha, hoje estaríamos numa melhor situação do que eles”. Pois se cá nevasse fazíamos Ski Ska, senhor Breton. Deixe-se de tretas e explique como redigiu a UE os contratos com a AstraZeneca.

g) Dos 29 milhões de vacinas escondidas continua sem se saber mais.

g) O senhor Breton garante que “a Europa pode alcançar imunidade coletiva em 14 de julho” Percebido: o combate ao Covid obedece à cronologia da Revolução Francesa. A 14 de Julho de 1789 foi a tomada da Bastilha e, portanto, a 14 de julho de 2021 estaremos coletivamente imunes. O senhor Breton é um demagogo da pior espécie.

Título e Texto: Helena Matos, Blasfémias, 31-3-2021

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-