quarta-feira, 6 de abril de 2022

[Pesquisa] O voto deve ser obrigatório?


Durante alguns anos da minha vida, feliz, que a Deus agradeço, eu não pude votar.

Fui votar, pela primeira vez, in my life, gente, não lembro do ano, se para deputado estadual ou federal. Naquele ano só havia dois partidos: ARENA e MDB.

Se eu me naturalizei (em cerimônia que a minha memória esqueceu, mas não o coração) em 10 de agosto de 1976, portanto, essa PRIMEIRA votação, deve ter acontecido nesse ano.

Então, reparai na minha ansiedade, fui correndo votar.

Votei num tal de Átila Nunes, provavelmente do MDB, e que, quase sessenta anos depois, ainda anda por aí, ele ou o filho.

Muita gente MORREU por essa causa: pelo direito de votar. Muita gente mesmo, nos cinco continentes.

Well, sempre, no Rio, VOTEI. Porque obrigatório.

Em Portugal, falhei poucas vezes. Menos UM Voto para a… 'extrema-direita'! 😉

Então, olhando para o meu currículo de eleitor, estou convencido de que o voto deve/tem que ser obrigatório!

Gente, o cara não gosta de nenhum dos candidatos, vai lá e fica em silêncio: devolve o boletim como recebeu;

tem o cara que se acha o suprassumo de entendedor de política e fica atazanando por aí e acolá: vai lá e escreve, no boletim, as pichações, frustrações de infância.

Generoso leitor, este Editor, ‘beneficiado’ por dois regimes, obrigatório e facultativo, VOTA pelo voto 0brigatório.

E você? 


Relacionado: 
O voto obrigatório é uma deformidade 


Encerrando a enquete em 16 de abril de 2022, 15h34 (BSB):

7 comentários:

  1. A abstenção não é só devida à falta de vontade do eleitor.
    A abstencão tem outras muitas causas:
    Ausência do domicílio eleitoral;
    Doença;
    Preguiça;
    Etc

    ResponderExcluir
  2. Eu acredito que se não for obrigatório, muitos irão para a praia ou faze um breve churrasco drmptr com a desculpa de que os candidatos são ruins mas ficarão ladrando por 4 anos.
    Com o voto livre os comedores de mortadela, os funcionários públicos aparelhados com sua parentalha, a juventude maldita de hoje elegerão a esquerdalha.
    Quero que volte o serviço militar obrigatório para colocar essa juventude no caminho.

    ResponderExcluir
  3. Senhores, entendam a logística. A coisa toda é simples, como tirar balinhas de crianças. Sendo obrigatório ou não, o povo (como uma manada de cavalos) desembestará pasto à fora, para cumprir com seu dever de bom brasileiro. Entendo que o bom brasileiro, ou aquele sujeito de visão ampla, que sabe onde tem o nariz, não cai mais nessa esparrela. Ele JUSTIFICA. Alias, o brasileiro sábio, o distinto, o abalizado, o batuta, o graduado, devolve o “Não comparecimento ao voto” ou a sua não ida “às zonas e puteiros”, como fazem os nossos políticos "onestos". E como é que eles, os políticos "onestos" fazem mesmo??!! Eles adoram JUSTIFICAÇÕES. Não existe um político, seja de esquerda, de direita, de banda, de lado, de cima, de baixo, que não tenha uma resposta à altura e na ponta da língua. Os canalhas sabem tudo, vão dar jeito em tudo, vão cumprir as leis, a Constituição, não vai ser mais rasgada, nem usada para limpar bundas. A Carta Maior, não mais será posta nos Correios. Sem contar que existe uma leva de bons faladores, que apregoam abaixar o preço da cesta básica, da gasolina, do gás de cozinha, de lambuja o de cuzinho também, que tudo, sem tirar nem por, ficará estagnado. "Se eu ganhar, os pobres sairão da linha da pobreza. Não haverá mais linha, só as que forem compradas em carretéis. Via igual, cuidarei dos corruptos. Todos irão para a cadeia... farei, em resumo, coisas que até Deus chegará para mim e confessara: “meu amigo, estou espantado, boquiaberto, pasmo””. E o próprio diabo deixara de ter medo da da cruz. Ficará "pianinho", rabo entre as pernas, com medo de ir parar na Papuda". Os criminosos de colarinho branco temem a Papuda. Lá o papo é outro. Como outro? A mais pura engambelação, ou embusteamentos, burlas, mentiras, falcatruas, putarias... putarias, sempre em dose dupla, tipo assim, cavalar. Tem um candidato que dará o rabicó em praça pública se não acabar com as queimadas da Amazônia, com a extração de madeiras ilegais, sem contar que colocará o salário mínimo num patamerda que o assalariado, o malmiteiro poderá pagar todas as suas dívidas, e ainda sobrará um troquinho para dar o dízimo à igreja do chapeludo... como é mesmo o nome dele? Concluindo, senhores: votar, não fará desse Brazzzil estropiado, avacalhado, cagado, amordaçado, pisoteado, e outros “ados” uma nação melhor ou mais justa e perfeita em ambas as colunas. Ou em todas as demais que surgirem. O Brazzzil de Cabral, virará o Brazzzil de cabritos, de leões, de filhos sem mães. Existe melhora, temos saida? Sim, claro que existe!. Mas ninguém vê. Estou com 69. Pode ser que até os 300 anos, eu consiga ver e não só ver, reverenciar, aplaudir, me gabar, em morrer deixando um país melhor... mais igualitário e não esse imenso prostíbulo de vadios e desocupados, doidivanos e ladrões, desordeiros e ociosos que roubam em plena luz do dia... e nada fazem, a não ser promessas, promessas, JUSTIFICATIVAS, puras JUSTIFICATIVAS.

    Aparecido Raimundo de Souza,
    De Sertãozinho, interior de São Paulo

    ResponderExcluir
  4. Enquete encerrada.
    26 participações.
    21 NÃO
    4 SIM
    1 INDECISO

    Obrigado.

    ResponderExcluir

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-