sexta-feira, 16 de outubro de 2020

[Foco no fosso] Pesquisar antes de votar

Haroldo Barboza 

Para votar BEM (em qualquer município), vamos pesquisar! 

Este resumo hipotético é comum nos 5 770 feudos do território. NN pode variar entre 5 e 17. 

A 1ª descoberta é que a soma de votos entre os NN honestos (?) que concorrem pela 1ª vez ao “trono” do município não passará de 15%. 

Então sobra a área cinza, onde os antigos caciques (mais de 30 anos) se revezam na árdua tarefa de camuflar os balancetes produzidos com nossos impostos. 

Candidato XX: 30 processos, 5 condenações e 10% do valor roubado (de escolas) voltou aos cofres. Anunciou que seu sobrinho cuidará da área da saúde durante a pandemia. Possui 45% de intenções de votos. 

Candidato ZZ: 28 processos, 3 condenações e 12% do valor roubado (de hospitais) voltou aos cofres. Possui 17% de intenções de votos. Se eleito, colocará sua cunhada cuidando da área de alimentação escolar, onde a boca é boa. 

Candidato WW: 25 processos, 4 condenações e 18% do valor roubado (da área de segurança) voltou aos cofres. Possui 11% de intenções de votos. Se não for para 2º turno, fará “coligação” com XX e vai gerenciar a área de controle de combustíveis orgânicos. 

Candidato QQ: 12 processos, 3 condenações (“cumpriu” com cestas básicas) e nada do valor “sumido” (da agricultura) voltou aos cofres. É amigo de juiz “laxante”, com quem almoça semanalmente. No imposto de renda consta que ele possui um fusquinha 75 (mas só trafega dentro de sua fazenda no cerrado goiano). Não polui as ruas! Usa a lancha da prima (arrumadeira de hotel em balneário paulista) só para visitas a consultórios médicos.

Seis familiares locais que não trabalham, compraram casas, carros novos e ações do tesouro nacional. Intenções de votos: 2,5%! 

Pronto: QQ deve ser o preferido de 50% de adoradores do BBBB que se dizem “esclarecidos” e afirmam que este fulano é “meio” honesto e tem enorme coração. Parece ser ótimo administrador (de bens alheios) e “protetor” emérito da Natureza. Mas XX será reeleito. 

Então por que não votar nulo? 

Título e Texto: Haroldo Barboza, 16-10-2020

Anteriores:
Trinta dias de cidadania
Mudar para onde?
A vacina “mágica”
Não querendo PIXar o produto
O menu secular
Evitar caos nos dedos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-