quinta-feira, 5 de novembro de 2020

O politicamente correto venceu: Rádio Jovem Pan demite o comentarista Rodrigo Constantino

Paulo Eneas 

A rádio Jovem Pan anunciou na tarde desta quarta-feira (4/11) a demissão de Rodrigo Constantino [foto] por conta do posicionamento não alinhado ao politicamente correto adotado pelo comentarista sobre uma narrativa fake criada por um site de esquerda sobre uma decisão judicial envolvendo denúncia de crime violência sexual. 

O episódio serve de alerta para quem credita que algum veículo da grande imprensa tradicional merece apoio e crédito devido a um ou outro programa ou algum comentarista não alinhado com a ortodoxia esquerdista. Esses veículos não merecem apoio algum, principalmente da parte da direita. 

É preciso, outrossim, fortalecer a imprensa independente pois, caso contrário, o brasileiro continuará a mercê da hegemonia progressista presente em todos os veículos tradicionais. O episódio serve de aleta também para a área de comunicação do Governo Federal, que decidiu privilegiar as relações com alguns órgãos da grande imprensa e ignorar os veículos independentes, como se eles não existissem. 

Nada justifica, por exemplo, que as lives semanais do Presidente Bolsonaro sejam feitas em conjunto com esta mesma rádio Jovem Pan, quando na verdade poderiam ser feitas em forma de rodízio com alguns veículos independentes ou regionais. A estratégia da área de comunicação do governo de tentar ficar de bem com quem sempre combateu a agenda pela qual o Presidente Bolsonaro foi eleito jamais dará resultado algum.

Título e Texto: Paulo Eneas, Crítica Nacional, 5-11-2020 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-