quarta-feira, 20 de abril de 2022

[Língua Portuguesa] Do ou de o?

Flávia Neves

No dia a dia, na linguagem falada, a tendência natural é usar sempre a forma contraída do. Há, contudo, situações onde pode ser usada a forma contraída do e situações onde deve ser privilegiado o uso sem a contração da preposição com o artigo, ficando de o.


Segundo a norma culta da língua, não ocorre a contração da preposição de antes de um sujeito com um verbo no infinitivo. 

·         Eu entrei antes do professor.

·         Eu entrei antes de o professor entrar.

Quando usar de o?

Deverá ser usada a forma não contraída de o (ou de a) quando a preposição de estiver ligada não ao artigo, mas a um verbo no infinitivo.

Exemplos com de o:

·         Apesar de o aluno sair da aula sem pedir, a professora não se importou.

·         Apesar de a costureira ter terminado o vestido, Helena não o quis usar.

·         O fato de o Pedro ser hiperativo muda tudo.

·         Está na hora de o debate terminar.

·         Eu cheguei antes de o diretor chegar.

Quando usar do?

Deverá ser usada a forma contraída do (ou da) quando a preposição de está ligada ao artigo definido o pelo sentido.

Exemplos com do:

·         Apesar do seu mau humor, não consigo ficar chateada com você.

·         Apesar do contratempo inicial, a festa foi um sucesso.

·         Apesar da mentira que contou, todos desculparam a minha irmã.

Contrações da preposição de

A preposição de sofre contração com artigos definidos, artigos indefinidos, pronomes pessoais e pronomes de demonstrativos:

·         de + o = do

·         de + a = da

·         de + uma = duma

·         de + estes = destes

·         de + isso = disso

·         de + aquela = daquela

·        

As mesmas regras de uso das formas contraídas e não contraídas se aplicam com as diversas contrações da preposição de.

Exemplos sem contração:

·         Apesar de isso ser importante, não falaremos sobre esse assunto.

·         Apesar de este problema ter ficado resolvido, muitos outros ainda não estão.

·         O fato de aquela pessoa ter conseguido não significa que todos conseguirão.

Exemplos com contração:

·         Apesar disso, iremos ao encontro.

·         Apesar deste inconveniente, confio que tudo ficará bem.

·         Apesar daquela confusão, todos acabaram amigos.

Título e Texto: Flávia Neves, Dúvidas de Português 

Colunas anteriores: 
Os media, os média ou os mídia? 
[Língua Portuguesa] Crase 
Por que, por quê, porque, porquê 
Embaixadora ou embaixatriz 
Como escrever ‘horas’? 
Cozer ou coser 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-