domingo, 10 de novembro de 2019

[As danações de Carina] Algumas “kuriozidades” às vezes fazem bem. Parte dois

Carina Bratt

Dos “Sete pecados”, passaremos pelos arreios e lembraremos Cacilda Becker.

PERGUNTA:
Quando foram definidos os Sete Pecados capitais?
RESPOSTA:
Os sete pecados capitais (inveja, gula, ira, soberba, luxúria, avareza e preguiça, não necessariamente nessa ordem) são citados na Bíblia Sagrada, tanto no Velho Testamento quanto no Novo, e o mais importante com o nome de suas capitais (entendam aqui “capitais” como por exemplo, a fome de lucro, o individualismo, o consumismo, o complexo de inferioridade etc.) em suas mais variadas situações.

A preocupação em organizá-los em uma lista única surgiu durante a Idade Média, no Concílio de Trento (na Itália). O Concílio que se desenvolveu de 1945 a 1563 teve como cabeça de frente, em sua convocação o rei Felipe II, da Espanha, e coordenado, na época, pelo papa Paulo IV. Seu objetivo não era outro senão o de fixar com lealdade e clareza os dogmas da igreja Católica, preocupada com o avanço do protestantismo na Europa.

O Concílio de Trento criou um sistema didático para que os fiéis memorizassem com facilidade os reais valores da Igreja Católica. 

PERGUNTA:
Quais são as principais peças que compõem os arreios?
RESPOSTA:
Os arreios ou os aperos formam o conjunto dos acessórios utilizados para encilhar um cavalo e deixá-lo pronto para uma boa montaria. Em outras palavras, com eles, se encadeiam os preparos necessários para governar a cavalgada e adorná-la com o devindo alinho.

O gaúcho (notadamente o tropeiro do Rio Grande do Sul) sempre usou seus arreios para dormir (ou somente descansar) quando em viagens longas. Coberto pelo poncho, a criatura deita a cabeça na cela e seu corpo sobre as xergas. Xergas são os atributos ou os componentes dos arreios, como também fazem parte o baixeiro, o enxergão, a xerga, o suadouro, a corona, o lombilho, o serigote, os bastos, o socado, a cincha, os pelegos, o coxonilho, a badana, a sobrecincha, o peitoral, o rabincho, o freio, as rédeas, a cabeçada, o bucal, o buçalete, o cabresto, a maneia e a mala de poncho. Devo lembrar às minhas amigas leitoras, que os vocábulos “arreios” ou “aperos” são utilizados somente na sua forma pluralizada.

PERGUNTA:
Quem foi Cacilda Becker?
RESPOSTA:
Cacilda Becker [foto] foi uma das mais importantes atrizes do teatro brasileiro. Nascida em Pirassununga, interior de São Paulo, em 6 de abril de 1921, começou a carreira em 1940 no Teatro do Estudante do Brasil. Oito anos depois, ingressou como profissional no Teatro Brasileiro de Comédia, no qual alcançou rapidamente a posição de primeira atriz. Nessa fase, seus trabalhos mais importantes foram “Seis Personagens à Procura de um Autor”, de Luigi Pirandello, “Antígona”, de Sófocles, com destaque para as várias participações no programa “Pinga Fogo” da extinta TV Tupi Canal 4 de São Paulo.


Em 1958, formou a sua própria companhia, montando e estrelando textos imbatíveis: Notoriedade igualmente importante para o longa metragem “Floradas na Serra”, de Dinah Silveira de Queirós, e a depois, para “Longa Jornada Noite Adentro”, de Eugene O’Neill,  “Quem Tem Medo de Virgínia Woolf?”, de Edward Albee, e “Esperando Godot”, de Samuel Beckett.

Interpretando a personagem Estragon (por sinal a derradeira de sua vida), Cacilda sofreu, aos 14 de junho de 1969, uma embolia cerebral, morrendo pouco depois.

Cacilda se casou com o também ator Walmor Chagas, com quem teve dois filhos, Clara Becker e Luiz Carlos Becker.

Essa personagem importante para a história da cultura, desempenhou um importante papel no reconhecimento e na valorização da profissão de ator e, sem dúvida alguma, se tornou   uma das mais combativas na luta contra a censura do regime militar.
Título e Texto: Carina Bratt, de Curitiba, no Paraná. 10-11-2019

Anteriores:

2 comentários:

  1. Fazendo a paz entre nós.
    Os pecados capitais não estão na Bíblia, foi o tal, boçal chamado santo Tomás de Aquino quem fez um estudo sobre a lenda grega do vaso hoje chamado de caixa que ZEUS deu à PANDORA.
    O EGOÍSMO HUMANO ENGLOBA TODOS ELES.
    Nietzsche classifica isso como NIILISMO HUMANO.

    Em 1968 Cacilda suspende as atividades da sua companhia teatral para presidir a Comissão Estadual de Teatro, em São Paulo; cargo no qual buscou ser a mediadora entre classe teatral e o Governo militar da época, não foi uma combatente, mas pacificadora.

    Sempre quando falar do povo gaúcho, faça-lhes lembrar que é o único estado que lutou para ser brasileiro.

    FUI...

    ResponderExcluir
  2. RESPOSTA AO MEU SIMPÁTICO AMIGO ROCCHA POSTADO EM 8 DE DEZEMBRO DESTE, ÀS 12:58.
    Pedido de paz aceito. Seja bem vindo de volta. Na verdade, amigo Roccha, não guardo rancores, nem mágoas. Sou uma cultivadora ferrenha e inveterada da paz. A paz, sempre, acima de tudo. Devemos ter em conta que a vida é curta, é breve, é ligeira, e é, por tudo isso, ESPECIAL. Quanto ao mais, fico feliz com suas observações sobre os pecados capitais, e Cacilda. Seus ensinamentos me fazem bem. É sempre um prazer poder partilhar informações, a gente aprende. Afinal, amigo Roccha, a vida é um eterno aprendizado. Penso em escrever alguma coisa sobre o Rio Grande do Sul. Prometo caprichar. Estamos (eu e Aparecido) para fazermos uma visita à escritora Lya Luft e Luiz Fernando Veríssimo. Apenas aguardando que a redação, em São Paulo, nos dê sinal verde. Sem mais, desejar ao amigo um FELIZ NATAL e um PRÓSPERO ANO NOVO.
    Sua amiga, sempre,
    Carina Bratt
    de Sertãozinho, interior de São Paulo.

    ResponderExcluir

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-