quarta-feira, 4 de novembro de 2020

EUA deixam oficialmente o Acordo de Paris

Medida era promessa de campanha do presidente Donald Trump 

Cristyan Costa 

Promessa de campanha do presidente Donald Trump, os Estados Unidos deixaram oficialmente na madrugada desta quarta-feira, 4, o Acordo de Paris. 

Foto: Joyce N. Boghosian /Casa Branca

O tratado foi firmado em 2015 por 190 países e criou metas para que essas nações consigam manter o chamado “aquecimento global” abaixo de dois graus centígrados, buscando limitá-lo a 1,5 grau. 

Os países ricos têm de garantir um financiamento de US$ 100 bilhões para custear o pacto, e os compromissos deverão ser revistos a cada cinco anos. Trump garante que essa medida atrasa o desenvolvimento econômico. 

Por outro lado, o candidato democrata à Presidência dos EUA, Joe Biden, prometeu que vai reconduzir os EUA ao acordo, caso seja eleito. 

Título e Texto: Cristyan Costa, revista Oeste, 4-11-2020, 8h

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-