quarta-feira, 18 de agosto de 2021

[Língua Portuguesa] A domicílio ou em domicílio? A resposta não é tão simples assim

A expressão "entrega a domicílio" está certa? Confira a origem do termo, segundo o professor Diogo Arrais


Qual é a forma correta: "a domicílio" ou "em domicílio"? A resposta não se reduz apenas a ser "certa" ou a ser "errada". Não podemos reduzir a Língua apenas a isso, por mais que muitos concursos, processos seletivos, ainda estejam nessa linha.

Domicílio provém do latim domicilium; representa a residência fixa, habitual. É o local onde se considera estabelecida uma pessoa para os efeitos legais.

Gramaticalmente, existem "a domicílio" e "em domicílio", mas a forma a ser escolhida dependerá da regência do verbo ou do nome.

Domingos Paschoal Cegalla argumenta:

"A expressão 'a domicílio' complementa verbos que pedem a preposição A. Exemplo: Levam-se encomendas a domicílio. (Leva-se algo a algum lugar)"

Continua o gramático:

"Se o verbo exige a preposição 'em', a expressão adequada é 'em domicílio'. Exemplo: Atende-se em domicílio. (Atende-se alguém em um lugar)"

Pois bem: se assim é o lógico, de onde viria a famosa expressão "Entrega a domicílio"?

Responde a isso Evanildo Bechara:

"O verbo entregar pede a preposição 'a' junto à pessoa a quem se entrega: Entregou o jornal ao vizinho. E a preposição 'em' quando a entrega se faz no local: Entregou o jornal na casa do vizinho. Ocorre que também se podem juntar as duas noções: Entregou o jornal ao vizinho em sua residência. (...)

O falante reduz (metonímia) numa só operação mental essas duas noções (ao vizinho e na sua residência) àquela que considera a mais importante desse jogo expressivo. Dessa economia de linguagem resulta a vitoriosa entrega a domicílio."

Em suma, à visão da gramática normativa, a forma lógica e correta é "entrega em domicílio". Ratifico: entrega em casa, entrega na empresa, entrega no escritório, entrega na escola.

O uso adequado de "a domicílio" dependerá da regência do termo (muita gente lembra-se de verbos de movimento). Exemplos:

Levaram o médico ao domicílio.

Conduziram o acusado ao domicílio, e não à delegacia.

Fomos a um domicílio.

Chegamos ao nosso domicílio.

Um grande abraço, até a próxima e siga-me pelo Twitter!

Diogo Arrais 
@diogoarrais 
Professor de Língua Portuguesa - CPJUR 
Autor Gramatical pela Editora Saraiva

Anteriores: 
O que é uma cafetina? 
Academia Brasileira de Letras lança nova edição online do Volp 
Estada vs Estadia 
Radical x Intransigente: qual a diferença? 
Viajar na maionese: significado e origem da expressão 

Um comentário:

  1. "A domicílio", "à domicílio" ou "em domicílio"?

    Esta é uma pergunta bastante frequente, mas não apenas pelo uso da crase. Afinal, "domicílio" é um substantivo masculino, portanto não há discussão, a crase não ocorre neste caso.

    Não esqueça que, para ocorrer a crase, precisamos da preposição "a" + artigo definido feminino "a". Como domicílio é masculino, se houvesse um artigo definido antes, seria o artigo “o”. Logo, o correto é "a domicílio", assim como "a pé", "a serviço", "a jato", etc.

    "A" ou "em" domicílio
    Esta é a principal controvérsia que existe em relação à expressão. Qual preposição devemos usar: "a" ou "em"? Normalmente, a preposição "em" indica relação de lugar, enquanto a preposição "a" representa uma ideia de movimento.

    Ou seja, quando temos verbos que indicam a noção de movimento (levar, trazer, enviar, ir, conduzir, etc), utilizamos "a domicílio". Exemplos:

    - Levam-se compras a domicílio.
    - Esta carta deve ser enviada a domicílio.

    Se utilizarmos verbos que não dão noção de movimento (dar, atender, fazer, cortar, etc), devemos usar "em domicílio". Exemplos:

    - Damos aulas particulares em domicílio.
    - Atendemos os clientes em domicílio.
    - Corta-se cabelo em domicílio.
    Obs.: atualmente, na língua informal, a locução adverbial "a domicílio" é usada indistintamente com verbos que indicam movimento ou não.

    Entrega a domicílio ou em domicílio?
    Se toda entrega se faz “em” algum lugar (em casa, no escritório, no hotel), por que devemos fazer a entrega “a domicílio”? Alguns autores alegam que a expressão "entrega a domicílio" já está consagrada pelo uso.

    Por isso, há uma corrente de gramáticos que, em respeito ao que foi consagrado, entende que as duas expressões podem ser usadas como sinônimas. Logo, estaria correto dizer "entrega a domicílio" ou "entrega em domicílio".

    Ou seja, eles apoiam-se numa perspectiva mais dinâmica da língua e consideram que o verbo entregar possui também um sentido dinâmico e não apenas um sentido estático.

    Apesar disso, os estudiosos mais apegados à norma culta rejeitam essa interpretação e dizem que somente a segunda forma ("entrega em domicílio") é que está gramaticalmente adequada.

    Exemplos:

    - Minha pizzaria faz entregas a domicílio.
    - Trabalhamos com entregas em domicílio.

    ResponderExcluir

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-