terça-feira, 24 de agosto de 2021

Tempestade

Está terminado o estado de graça que a imprensa da esquerda dominante vinha impondo em torno de Joe Biden: com a ‘débacle’ do Afeganistão, o prestígio do presidente democrata caiu a pique, ainda por cima associado a uma humilhação mundial em direto.

Como foi possível que o poderio militar dos States sucumbisse, em meia dúzia de dias, às hordas de maltrapilhos vindos do nada, e que entraram triunfalmente em Cabul no momento em que os últimos diplomatas norte-americanos fugiam da capital com o rabo entre as pernas?

Biden está agora a ser cilindrado pelos seus próprios camaradas do Parido Democrata – e a defende-lo já só se ouvem os exaltados da extrema-esquerda que há nove meses o guindaram ao poder.

Quem semeia ventos colhe tempestades. No deserto...

Título e Texto: Fra Diavolo, o Diabo, nº 2329, 20-8-2021

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-