sábado, 26 de novembro de 2022

[Versos de través] The sorrow of love

William Butler Yeats

The quarrel of the sparrows in the eaves, 
The full round moon and the star-laden sky,
And the loud song of the ever-singing leaves,
Had hid away earth’s old and weary cry . 

And then you came with those red mournful lips,
And with you came the whole of the world’s tears,
And all the trouble of her labouring ships,
And all the trouble of her myriad years. 

And now the sparrows warring in the eaves,
The curd-pale moon, the white stars in the sky,
And the loud chaunting of the unquiet leaves,
Are shaken with earth’s old and weary cry. 

William Butler Yeats

Sobre os telhados a algazarra dos pardais, 
Redonda e cheia a lua – e céu de mil estrelas, 
E as folhas sempre a murmurar seus recitais, 
Haviam afastado o mundo e suas mazelas. 

Então chegaram teus soturnos lábios rosas, 
E junto a eles todas lágrimas da terra, 
E o drama dos navios em águas tempestuosas 
E o drama dos milhares de anos que ela encerra. 

E agora, no telhado a guerra dos pardais, 
A lua pálida, e no céu brancas estrelas, 
De inquietas folhas, cantilenas sempre iguais, 
Estão tremendo – sob o mundo e suas mazelas. 

Tradução de André Carlos Salzano Masini

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-