sábado, 16 de janeiro de 2021

Mata!

O governo socialista (de António Costa), que parece muito preocupado com o “discurso de ódio” e a “exclusão étnica”, anunciou há dias a criação (de mais uma paneleirada) de um Grupo de Trabalho para a Prevenção e o Combate ao Racismo e à Discriminação, que agora tem cinco meses (ganhando dinheiro do seu suor e desespero) para “apresentar contributos e recomendações para a elaboração de políticas públicas nesta área”.

E quem foi a ministra Mariana Vieira da Silva buscar para esse Grupo de Trabalho, quem foi?

Nada mais, nada menos do que o ativista racista Mamadou Ba [foto] (militante do Bloco de Esquerda), o mesmo que se tem celebrizado, precisamente, pelo seu discurso de ódio e de exclusão étnica, nomeadamente ao afirmar que “é preciso matar o homem branco”.


Seja o que for que os quinze membros deste comitê planeiem fazer ao longo de cinco meses (!), a inclusão de Ba já lhes deu cabo da credibilidade…

Título e Texto: Fra Diavolo, o Diabo, nº 2298, 15-1-2021
Digitação: JP, 16-1-2021

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-