sexta-feira, 19 de março de 2021

[Aparecido rasga o verbo] Lista de curiosidades

Aparecido Raimundo de Souza 

O QUE AS SENHORAS E OS SENHORES vão ler, a seguir, são pequenos fragmentos anotados dos rodapés das páginas de um livro dos tempos do ronca. Na verdade, um volume antigo, chamado, na época, de ‘Guia dos telefones’, onde vinha nome, endereço, bairro, contato das pessoas (assinantes) e CEP. Alguém resolveu acabar com isso e, hoje, você encontra tudo o que precisa sobre quem quer que seja, procurando nos quintos do inferno. Em paralelo, tendo em vista as pessoas que manuseavam esse tipo de serviço gratuito somente o fazerem em busca de um determinado número a ser contatado futuramente, nada mais, os ‘práticos’ guias foram para o beleléu. Com o fim desta ‘simplicidade’, achamos por bem aproveitar, pelo menos a cultura que vinha grafada nos rodapés das páginas (ainda que bastante resumida), em torno de fatos pitorescos e reuni-los num conjunto - com alguns enxertos – objetivando uma melhor apreciação pelos leitores, curiosos e estudantes. Com certeza, todos, de um modo geral, se sentirão à vontade, até porque, além de primoroso e divertido passatempo, acreditamos, servirá, como subsídio magno que se sobreporá, na ajuda para o enriquecimento pessoal da cultura que cada cidadão carrega, por natureza, dentro de seu ‘eu’ interior. 

l.) Em 1905 (ou cento e dezesseis anos passados), o físico Albert Einstein criava a ‘Teoria da Relatividade’. E ele não era relativamente teórico, mas dizem, depois deste evento, se tornou eufórico, a ponto de mostrar, para o mundo, a sua língua.

2.) A Cabanagem (ato de violência e de atrocidade), ocorreu na província do Grão-Pará nos anos de 1835 e 1836. Representou um movimento de insurreição popular contra o autoritarismo do governo central brasileiro.

3.) Zumbi, o mais ilustre representante e herói de Palmares, fugiu aos 15 anos para o quilombo, e morreu em uma tocaia especialmente preparada para ele, num lugarejo conhecido como ‘Quilimba’.

4.) O porco-espinho quando sente algum perigo iminente enrola-se tomando a forma de uma bola repleta de espinhos pontiagudos, o que é considerado uma verdadeira arma de defesa para seus inimigos mais invisíveis, inclusive para ele próprio. A sua esposa, dona Porca, vive pedindo medidas protetivas junto a Delegacia da mulher, entretanto, parece que a Lei Maria da Penha não funciona para seres humanos, só para animais tidos como demésticos. 

5.) Em 1519, piratas franceses, comandados por Jean Angot, agiam na costa brasileira contrabandeando madeira, papagaios e macacos. Ainda hoje, os papagaios trepados nessas madeiras seguem virando seus orifícios anais para que os Gorilas de Brasília, notadamente os godzillas do STF (sigla que significa ‘Superior Tribundal de Falcatruas’), continuem estuprando, com força total, os baixos cagatórios dos brasileiros, notadamente aqueles otários que ainda acreditam piamente na Justiça, desculpem, 'Justriça'.

6.) Aberta, em São Paulo, no ano de 1891, pelo italiano Izidoro Nardelli, a primeira fábrica de pianos do Brasil. Só que ninguém sabia tocar e o italiano teve que enfiar todos os instrumentos no nariz de seus funcionários.

7.) O compositor Beethoven costumava despejar água gelada na cabeça. Afirmava a todos, que agindo assim, estimulava o cérebro, para melhor compor suas músicas. Pegou uma gripe dos diabos e quase bateu com as doze. Foi salvo milagrosamente por Xixi JinPing-Pong, presidente da China, que lhe aplicou uma vacina, feita às pressas, a ‘SinoDaVaca-01. Em retribuição, Beethoven compôs, para ele a Sinfonia Covid-19.

8.) A cidade de Salvador, fundada em 1549, serviu de palco para ser instalada a capital do governo geral do Brasil. Dizem que a roubalheira começou a partir daí. Se algum dos senhores acharem que estamos falando pelos cotovelos, reclamem com Jorge Amado. Foi ele quem escreveu ‘O País do Carnaval’. 

9.) Alexandre, ‘O Grande’, ordenou que todos os seus soldados raspassem a cabeça e o rosto, por acreditar que a barba e os cabelos longos poderiam facilitar a tentativa de uma possível degola, ou decapitação, por alguém contrário ao seu seleto grupo de elite. Alexandre, como exemplo, raspou as sobrancelhas e os pelos pubianos de seus colhões. Em seguida, se trancou no armário de sua esposa Roxana, com seu comandante de cavalaria, o lindo e charmoso Heféstion.

10.) Em 1837, ocorreu um movimento baiano que visava a autonomia da classe média, chefiado por Francisco Sabino Álvares da Rocha Ribeiro. Daí, ser cognominado esse movimento, de 'Sabinada'. E realmente ninguém sabia coisa nenhuma.

11.) Dizem, alguns historiadores, que Pedro Alvares Cabral veio a óbito, com pouco mais de 50 anos, em Belmonte, quase em total ostracismo. Ele adorava ostras. Morreu, entalado, com um desses moluscos, na goela. 

12.) Existem 32 pontes ao longo do Rio Tâmisa, que banha Londres, na Inglaterra. A mais famosa delas é a London Bridge. Afirmam alguns escritores que ela foi construída no mesmo local onde, há mais de dois mil anos, os romanos ergueram uma outra, de igual porte e tamanho. Mas contam que um maluco chamado Bin Laden, disfarçado de terrorista, jogou uma bomba e a ponte foi para o espaço, perdão, para o fundo do Tâmisa e, como era de se esperar, a famosa levadiça, por não conseguir se erguer dos escombros,  morreu afogada.

13.) O Pai da Aviação, Alberto Santos Dumont, para poder ver as horas, inventou o relógio de pulso, enquanto realizava um de seus voos. No fim, Santos Dumont queimou o avião em protesto à corrupção que reinava na época e enfiou o relógio no traseiro da esposa.

14.) O lançamento oficial da Coca-Cola deu-se em 1886. Um ano depois, surgiu a Cracolândia.

15.) Os primeiros escravos negros eram oriundos da Guiné, de Angola e do Congo. Os outros vieram com Pelé, na época o 'rei do futebreu'.

16.) O Unicórnio (animal fabuloso figurado como um cavalo com comprido chifre tortuoso e agudo na fronte), muito citado nas lendas da Idade Média, simbolizava a virgindade e a pureza. Um dia, ele resolveu chifrar a companheira unicórnia. A partir daí, nascia, oficialmente, a palavra ‘Corno Manso’. Hoje, o nosso maior representante é, sem dúvida alguma, o João Dória, governador, que governa a dor de São Paulo. 

17.) A Estátua da Liberdade, localizada em Nova York (presente dos franceses para os americanos), foi projetada por Frédéric Auguste Bartholdi, que usou o perfil de sua mãe, dona Augusta Charlotte, como modelo para esculpir a famosa mulher que, até hoje, encanta os milhares e milhões de turistas que visitam a ilha de Manhattam. Só que a mãe de Frédéric envelheceu e a escultura centenária, não. A verdade é que, embora usando uma bengala, a Estatue of Liberty continua segurando, fortemente, e, no alto, a imponente tocha.

18.) Em 1905 o psicólogo francês Alfred Binet lançou o ‘Teste de QI’, que servia para identificar o grau de inteligência dos alunos. Hoje, essa porcaria não serve para mais nada. Alunos inteligentes são aqueles que têm ‘Quem Indique’, disfarçados de muita grana nos bolsos.

19.) As pessoas chamadas 'surdas-mudas' de nascença são, na verdade, apenas surdas. Como não conseguem distinguir o som das palavras, só aprendem a falar, ou a se comunicarem, através de métodos especiais. Recentemente, uma senhora, de nome Cármen Lúcia, conseguiu latir (pasmem!), latir,  arrancando o escutador de novelas e a língua de uma amiga e transplantando em si mesma. 

20.) O Brasil foi o segundo país do mundo a emitir selos. Em 1843, por determinação de D. Pedro II, começou a circular o ‘Olho de boi’, considerado, em nossos dias, uma raridade, inclusive pelos maiores colecionadores. Depois do ‘Olho de boi’, veio um outro, que se tornou mil vezes mais escasso. O ‘Cu do olho de boi’, com a bunda da Marcela, esposa de Michel Jackson Temer, numa pose considerada eletrizantemente inimitável e magnânima. Tal como o selo ‘Olho de boi’, o ‘Cu do olho de boi’, da ilustre senhora, ninguém conseguiu enxergar. Nem o Temer teve esse prazer.

21.) No início, o âmago vermelho do pau-Brasil se fazia usado como corante de tecidos, principalmente lãs e sedas e utilizado, também, em miniaturas e manuscritos. Depois, ganhou campo na fabricação de móveis e, finalmente, na construção de navios. Hoje o pau-Brasil vive metendo o machado com pau e tudo, no Brasil, literalmente.

22.) Acreditem: mais de ¾ da superfície da Terra é coberta por oceanos. E o mais intrigante. Todos com água molhada. O ministro da saúde, Martelo Quedroga está procurando quem foi que salgou todos esses mares sem pedir permissão à ANVISA. A tal ANVISA, ou Agência Nacional de Vigaristas Safados, ainda não se manifestou publicamente.

23.) A sensibilidade dos olhos à luz, se deve a pigmentos na retina e com a dilatação da pupila, observando, todavia, que nada tem a ver com a coloração da íris. Principalmente depois que ela foi parar numa ‘pupilga’ ou pocilga conhecida, na época, como BBB-7. Por transar com um peixe fedorento conhecido como Diego Alemão, a pobrezinha virou SIRI. 

24.) Em 1911 surgiu uma inovação na indústria automobilística. Criaram o primeiro limpador de para-brisa de borracha, operado inicialmente por uma cordinha. Hoje, a tal cordinha serve apenas para amarrar o carro, assegurando que ele não fuja, assim como fazem com os elefantes de circo, que, após o show, se veem  presos à pequenas estacas.

25.) Acreditem, se quiser: depois da façanha de Neil Armstrong ter pisado na lua, pela primeira vez, o homem voltou lá sete vezes. E não é mentira. O próximo a ser enviado para lá, segundo fontes da NASA é o mi’SI’nistro Alexandre de Moraes. Motivo? O cara vive com a porra da lua na cabeça.

26.) Em tempos passados, quem fazia o trabalho de cirurgiões e dentistas eram os barbeiros. Hoje são os charlatões que se travestem de Tiradentes.

27.) Entre 1835 e 1845 os produtores de charque, em busca de mais autonomias econômicas, desencadearam uma peleja acirrada que ficou conhecida no mundo inteiro como a ‘Guerra dos Farrapos’, no Rio Grande do Sul. Por isso, ainda hoje, tem gente, por lá, que anda em completo estado de farrapo 

28.) O primeiro protótipo do sutiã moderno foi improvisado por Mary Phelps, uma estudante americana. Cansada da tortura de seus corpetes e ajudada por sua governanta, Monique Evans, Mary amarrou dois lenços em seus seios, sustentados por uma fita cor-de-rosa. Teria dado certo, se seu namorado, Reynaldo Gianecchini (antes de sair do armário) não tivesse o estranho habito de viver apertando os bicos de seus seios. Então, o milagre do ano: Sergio Moro inventou a buzina.

29.) Os egípcios foram os primeiros povos a usarem o Calendário solar, utilizando um ano de 12 meses, 30 dias e 5 dias adicionais que correspondiam aos aniversários de Osiris, Horus, Isis, Néftis e Set. Hoje, não usam mais, pois toda essa galera, segundo o serviço de meteorologia, virou pó.

30.) Em 1565 (456 anos atrás), Estácio de Sá transformou o pequeno povoado localizado na enseada de Botafogo, em São Sebastião do Rio de Janeiro e, mais tarde, no Rio de Janeiro, alcunhada de ‘Cidade Maravilhosa’. A linda e auspiciosa vilinha dos tempos de Estácio, estacionou: ‘maravilhosa’, somente no nome. 

Título e Texto: Aparecido Raimundo de Souza, da Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro. 19-3-2021

Colunas anteriores: 
Vizinhos 
Não há porta que resista
Papo careta 
Em boca fechada... Não entra mosca... 
Como se fosse a ‘filha pródiga’ 
Casuais e escaganifobéticas 
Patacoadas 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-