quinta-feira, 18 de março de 2021

Projeto proíbe a realização de tatuagens e piercings em animais domésticos no RJ

Segundo o deputado Carlos Minc (PSB), autor da proposta, a prática de colocar piercing e fazer tatuagens em animais domésticos tem se tornado cada vez mais frequente


Altair Alves

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) vota, em discussão única, nesta quinta-feira (18/3), um Projeto de Lei, de autoria do deputado Carlos Minc (PSB), que proíbe a realização de tatuagens e a implantação de piercings em animais domésticos e silvestres no Estado do Rio. Por já ter recebido emendas, a proposta ainda poderá ser alterada.

A proposta altera o Código de Defesa dos Animais. “Colocar piercing e tatuagens em animais domésticos é uma prática crescente, cruel e dolorosa, apenas com finalidade estética e que pode levar ao adoecimento e à morte dos animais”, explicou o autor, que completou:

“Além disso, a prática pode gerar ainda diversas outras complicações, como reações alérgicas à tinta e ao material utilizado no procedimento, infecções, cicatrizes, queimaduras e irritações crônicas”, completou.

Título e Texto: Altair Alves, Diário do Rio, 1-3-2021

Ouso afirmar que o tipo de gente que faz isso aos bichinhos é o mesmíssimo que “abraça” a Lagoa pelo “meio-ambiente” (seja lá o que isso for); que “luta desvairadamente” contra o “aquecimento global” e, at last but not least, é militante vegano…

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-