segunda-feira, 17 de janeiro de 2022

Certificado Digital: os “conspiracionistas” tinham razão

Cristina Miranda

Desde Março de 2020 que questiono a nova virose (veja aquiaquiaquiaquiaquiaqui e aqui). Pela forma como surgiu; pela forma como foi (ou melhor, não foi) combatida. Tudo muito opaco, tudo muito suspeito. Narrativas contraditórias, medidas sem qualquer nexo, censura sobre quem questiona a lenga lenga oficial, perseguição aos cientistas, virologistas, epidemiologistas renomados (alguns Nobel) que fazem contraditórios. Nada, absolutamente nada, faz sentido desde que foi declarada esta “pandemia”.

Podia, ao fim de quase DOIS anos, chegar à conclusão de que estava errada. Mas foi exactamente o oposto: não só estou do lado certo da história como constato que afinal, isto ainda é pior do que alguma vez imaginei. É dantesco o que estão a fazer à Humanidade. Leia aqui, também, este excelente artigo sobre este tema.

Tal como nos meus textos anteriores, a minha única pretensão com mais este artigo é pô-lo a pensar apresentando factos que merecem toda a nossa atenção pelo futuro dos nossos filhos e gerações vindouras. É um dever cívico QUESTIONAR e exigir respostas válidas.

Foi-nos dito, em Janeiro de 2020, que estávamos perante uma ameaça de um vírus desconhecido, altamente contagioso e cuja taxa de mortalidade era ainda uma incógnita mas com uma “certeza”: as unidades de saúde em todo o mundo começavam a ficar lotadas (só que a PORDATA agora diz que não); o número de mortes era “às centenas” um pouco por todo o planeta, com gente a desmaiar nas ruas da China (imagens circularam nos telejornais); caravanas de camiões militares a transportar urnas na Itália (ad nauseum nas TV,s sem referir que foi por centralizarem em Bérgamo, as cremações) e que só agora divulgam que menos de 1% não sofria de doença prévia.

Em consequência, foi decretado o lockdown total por 15 dias “, uso de máscara e distanciamento social para “achatar a curva” até atingir a imunidade de grupo porque não havia AINDA vacina. Lembra-se?

Continue lendo AQUI »

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-