terça-feira, 25 de janeiro de 2022

Morre Olavo de Carvalho aos 74 anos

'Com grande pesar, a família do professor Olavo de Carvalho comunica a notícia de sua morte', informa nota

Afonso Marangoni

O escritor Olavo de Carvalho [foto] morreu aos 74 anos, nos Estados Unidos. A informação foi divulgada na madrugada nesta terça-feira, 25, nas redes sociais dele.

De acordo com a nota divulgada pela família, o escritor faleceu na noite de ontem. Ele deixa a esposa, Roxane, oito filhos e 18 netos. A causa da morte não foi divulgada.

Em 15 de janeiro, o seu canal no Telegram informou que ele tinha sido diagnosticado com covid-19 e por isso teve que cancelar as aulas do curso virtual que ministrava.

“Pessoal, não tivemos aula do COF hoje, novamente. O professor foi diagnosticado com covid e já se recupera. Esperamos que tudo se normalize, em breve”, diz a mensagem compartilhada à época.

Bolsonaro

Logo após o anúncio da morte de Olavo de Carvalho, o presidente da República, Jair Bolsonaro, prestou condolências nas redes sociais.

“Nos deixa hoje um dos maiores pensadores da história do nosso país, o filósofo e professor Olavo Luiz Pimentel de Carvalho”, escreveu.

Bolsonaro continuou: “Olavo foi um gigante na luta pela liberdade e um farol para milhões de brasileiros. Seu exemplo e seus ensinamentos nos marcarão para sempre”.

“Que Deus o receba na sua infinita bondade e misericórdia, bem como conforte sua família”, finaliza o presidente.

Leia nota da morte na íntegra

“Nota de falecimento

Olavo Luiz Pimentel de Carvalho (1947-2022)

Com grande pesar, a família do professor Olavo de Carvalho comunica a notícia de sua morte na noite de 24 de janeiro, na região de Richmond, na Virgínia, onde se encontrava hospitalizado.

O professor deixa a esposa, Roxane, oito filhos e 18 netos.

A família agradece a todos os amigos as mensagens de solidariedade e pede orações pela alma do professor.”

Título e Texto: Afonso Marangoni, revista Oeste, 25-1-2022, 2h55

Um comentário:

  1. OLAVO DE CARVALHO deixou claro que vivemos todos num imenso jardim. ‘O Jardim das Aflições’. Fazemos parte de um mundo estranho, opressor, sem eira nem beira, não aquele sonhado por Aldous Huxley. Vivemos num mundo em pandarecos, em frangalhos, num ‘Mundo como jamais funcionou’, ou jamais funcionará. A banda da bunda podre não deixa que ele deslanche. E por que nunca funcionou e jamais funcionará?!

    Porque nele prevalece a ‘Apoteose da vigarice’. E contra a vigarice, só Deus. Nesse mundo de loucos e birutas, de safados e pilantras, chegamos a conclusão que caminhamos pela ‘Longa marcha da vaca para o brejo, e, logo atrás dela, os Filhos da PUC’. Literalmente somos todos filhos da PUC. Incluindo a corriola de FDP que mama nas tetas, em Brasília, o berço-braço da nação dos esquecidos.

    OLAVO DE CARVALHO tentou nos mostrar com a sua sabedoria prática, o lado certo e correto da vida, todavia, aprendemos pela metade, pelas coxas e por debaixo das 'colchas', ‘A fórmula para enlouquecer’. Dos males, o pior: ‘O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota’ é correr na livraria mais próxima e adquirir um exemplar de como não ser um idiota.

    Por falar em ser ou não um idiota, a bem da verdade, não evoluímos dessa oligofrenia galopante e vulgarizada que nos sufoca. Em oposto, a cada segundo, mais e mais nos atolamos num chafurdo de excrementos sem deixarmos rastros de como escaparmos inteiras e respirando de toda essa merda ‘encocozada’ que insiste em entrar em nossas bocas e narizes.

    Melhor seria a gente seguir os passos de Olavo de Carvalho e sair do Brasil ‘à francesa’, num ‘voo repentino’.De preferência num avião da FAB (Força dos Assustados do Brasil) Mas para quê? Para não depor na Policia Federal? Em absoluto! Para escaparmos dos ladrões eternos que abundam como vermes nos pardieiros Congresso, e Câmara, bem ainda em trocentas outras pocilgas existentes na capital ‘capital’ do país. Da Polícia Federal, com bons advogados a gente ‘burla’. Dos ‘ladrões de colarinho branco...’ jamais... eles são eternos... eles, os mafiosos do poder, fazem parte do 'Império mundial da burla'. Viva, pois 'O IMBECIL COLETIVO'.

    Carina Bratt
    Ca
    De Vila Velha, no Espírito Santo.

    ResponderExcluir

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-