sábado, 2 de outubro de 2021

[Versos de través] Num leque

Auta de Souza

Na gaze loura deste leque adeja
Não sei que amora místico e encantado...
Doce morena! Abençoado seja
O doce aroma de teu leque amado

Quando o entreabres, a sorrir, na Igreja, 
O templo inteiro fica embalsamado... 
Até minh'alma carinhosa o beija, 
Como a toalha de um altar sagrado.

E enquanto o aroma inebriante voa, 
Unido aos hinos que, no coro, entoa 
A voz de um órgão soluçando dores,

Só me parece que o choroso canto 
Sobe da gaze de teu leque santo, 
Cheio de luz e de perfume e flores!


Título e Texto: Auta de Souza

Anteriores: 
Nunca mais 
Súplica 
[Versos de través] A uma senhora que me pediu versos 
Amavisse 
Tipos de pele 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-