sábado, 18 de setembro de 2021

[Versos de través] Súplica

Auta de Souza 

Se tudo foge e tudo desaparece, 
Se tudo cai ao vento da Desgraça, 

Se a vida é o sopro que nos lábios passa 
Gelando o ardor da derradeira prece; 

Se o sonho chora e geme e desfalece 
Dentro do coração que o amor enlaça, 
Se a rosa murcha inda em botão, e a graça 
Da moça foge quando a idade cresce; 

Se Deus transforma em sua lei tão pura 
A dor das almas que o Ideal tortura 
Na demência feliz de pobres loucos... 

Se a água do rio para o oceano corre, 
Se tudo cai, Senhor! por que não morre 
A dor sem fim que me devora aos poucos?


Título e Texto: Auta de Souza

Anteriores: 
[Versos de través] A uma senhora que me pediu versos 
Amavisse 
Tipos de pele 
O Gondoleiro do amor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-