segunda-feira, 27 de setembro de 2021

Condomínios cobram passaporte de vacinação de moradores em áreas comuns

A recomendação é da Abadi (Associação Brasileira de Administração de Imóveis)

Felipe Lucena

Os condomínios, mesmo sem estarem incluídos no decreto da Prefeitura do Rio de Janeiro sobre a obrigatoriedade da comprovação da vacinação contra Convid-19, vêm orientado que os síndicos apliquem esta exigência no uso das áreas comuns. A recomendação é da Abadi (Associação Brasileira de Administração de Imóveis).

Foto: Brenno Carvalho/Agência O Globo

Segundo o coordenador da Cipa SíndicaBruno Gouveia, a empresa vem solicitando, nos condomínios que administra, o certificado de imunização para atualização do cadastro de todas as unidades sob sua responsabilidade.

“Além de ser uma medida que ajuda a garantir uma maior segurança sanitária interna, ela evita possíveis ações jurídicas do poder público contra condomínios que não sigam esta regra. Mesmo que não haja no decreto nada que especifique a atuação dos condomínios, é importante que o síndico cumpra com a determinação e evite, com isso, problemas tanto de da saúde quanto do ponto de vista legal”, explica o coordenador da Cipa Síndica.

A recomendação é que o comprovante seja cobrado quando houver circulação do morador nas áreas comuns, como academias, piscinas, salões de festa, quadra de esportes etc. O documento de vacinação pode ser apresentado via carteira de vacinação ou pelo Conect SUS.

Título e Texto: Felipe Lucena, Diário do Rio, 27-9-2021

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-