terça-feira, 21 de setembro de 2021

‘Não ia conviver com o estigma de resgatar bandido’, diz policial que impediu resgate de preso

'Imaginei que aquele pudesse ser meu último voo', revela Adonis Lopes, que também é piloto

Artur Piva

No domingo 19, o policial civil e piloto de helicóptero Adonis Lopes [foto] frustrou os planos de dois criminosos que tentaram sequestrar um voo sob seu comando para desviá-lo a um resgate de um detento no complexo penitenciário de Bangu, no Rio de Janeiro (RJ).

“Imaginei que aquele pudesse ser meu último voo”, disse o policial à TV Globo. “Mas não ia conviver com o estigma de resgatar bandido”. Ele decidiu que “não iria de jeito nenhum” para o presídio.

Primeiro, Lopes tentou convencer os criminosos que, ao pousar dentro do presídio, o helicóptero seria metralhado. Não funcionou. “Fica tranquilo, isso não vai acontecer”, garantiu um dos bandidos.

Em seguida, o policial tentou descer no campo de futebol do 14º Batalhão da Polícia Militar, localizado em Bangu. Porém a dupla percebeu. “Eles pegaram os comandos, o sujeito de trás me deu uma gravata”, lembrou. Imagens postadas nas redes sociais mostram o helicóptero voando desgovernado.

“As manobras não foram propositais”, afirmou o piloto. “Eu pensei que a aeronave fosse colidir com qualquer comando. O helicóptero é muito sensível. Eu, a todo momento, evitava bater.”

Depois de uma luta corporal, os criminosos desistiram do resgate. Eles desembarcaram em uma área de mata em Niterói. Na sequência, o policial se dirigiu para o Grupamento Aeromóvel de Niterói, onde pousou. A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais registrou a ocorrência.

Título e Texto: Artur Piva, revista OESTE, 20-9-2021, 20h 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-