sábado, 25 de setembro de 2021

Alexandre Garcia é demitido da CNN Brasil

Decisão foi tomada após o jornalista voltar a defender o tratamento precoce contra a covid-19

Afonso Marangoni

CNN Brasil demitiu nesta sexta-feira, o jornalista Alexandre Garcia. “A decisão foi tomada após o comentarista reiterar a defesa do tratamento precoce contra a covid-19 com o uso de medicamentos sem eficácia comprovada”, afirmou a emissora.

Mais cedo, Garcia falava sobre as denúncias contra a operadora de saúde Prevent Senior quando afirmou que os “remédios sem eficácia comprovada salvaram milhares de vidas”.

Em seguida, foi rebatido pela apresentadora Elisa Veeck: “A CNN ressalta que não existe um tratamento precoce comprovado cientificamente para prevenir a covid-19. O que a ciência mostra é que a prevenção, com o uso de máscaras e a vacinação são as únicas maneiras de combater a pandemia”.

Nota da CNN Brasil

“A CNN Brasil comunica que rescindiu o contrato com o jornalista Alexandre Garcia nesta sexta-feira (24).

A decisão foi tomada após o comentarista reiterar a defesa do tratamento precoce contra a covid-19 com o uso de medicamentos sem eficácia comprovada.

O quadro Liberdade de Opinião continuará na programação da emissora, dentro do jornal Novo Dia.

A CNN Brasil reforça seu compromisso com os fatos e a pluralidade de opiniões, pilares da democracia e do bom jornalismo.”

Título e Texto: Afonso Marangoni, revista OESTE, 24-9-2021 20h30

O quadro em que Alexandre Garcia comentava chama-se “Liberdade de opinião” (!?!?)

Relacionados: 
“Em carta, esposa de Anthony Wong fala em ‘tomar medidas jurídicas cabíveis'” 
“Covid-19: dono da CNN Brasil defende o tratamento precoce” 
Correlação e causalidade 
Universidade de Oxford testa ivermectina contra a covid-19 
Não é sobre mulheres 
YouTube remove vídeos de Bolsonaro sobre cloroquina e tratamento precoce 
Nise afirma que declaração de Barra Torres ‘não representa a realidade’, mas defende tratamento precoce 
"Tratamento sem eficácia comprovada"?
Bolsonaro defende tratamento precoce: ‘Não encha o saco de quem optou por linha diferente da sua’
Girão: ‘A sua parcialidade, senador Renan, o Brasil todo está vendo’
Decisão autoritária’, afirma Fiuza, sobre proibição de propaganda relacionada a tratamento precoce

Um comentário:

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-