sábado, 4 de dezembro de 2021

[Versos de través] O Menino Azul

Cecília Meireles

O menino quer um burrinho 
para passear. 
Um burrinho manso, 
que não corra nem pule, 
mas que saiba conversar. 

O menino quer um burrinho 
que saiba dizer 
o nome dos rios, 
das montanhas, das flores, 
– de tudo o que aparecer. 

O menino quer um burrinho 
que saiba inventar histórias bonitas
com pessoas e bichos
e com barquinhos no mar. 

E os dois sairão pelo mundo 
que é como um jardim 
apenas mais largo 
e talvez mais comprido 
e que não tenha fim. 

(Quem souber de um burrinho desses, 
pode escrever 
para a Ruas das Casas, 
Número das Portas, 
ao Menino Azul que não sabe ler.)


Cecília Meireles


Anteriores: 
Todas as cartas de amor... 
Quem são os dez poetas mais importantes da história? 
Não só quem nos odeia ou nos inveja 
Sou essa flor 
Tu que nunca serás

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-