sábado, 18 de dezembro de 2021

Check in da Itapemirim inoperante e cancelamentos geram caos em aeroportos

Anac aconselha passageiros a não se dirigirem a aeroportos depois de suspensão das operações da empresa

Dúvidas sobre a possibilidade de fazer check-in e cancelamento de vôos da ITA, a companhia aérea do Grupo Itapemirim, estão causando confusão em diversos aeroportos brasileiros desde a noite da sexta-feira 17.

Foto: Willian Moreira/Futura Press/Estadão Conteúdo

Por isso, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) está recomendando que os passageiros não se dirijam aos aeroportos antes de falar com a empresa.

A Itapemirim anunciou que suspendeu “temporariamente” as operações por conta de uma “reestruturação interna”. A companhia aérea tinha 514 voos programados entre a noite de ontem e o dia 31 de dezembro.

Assim, cada voo nas aeronaves da empresa tem capacidade para 162 passageiros, segundo noticiou o jornal O Estado de S. Paulo.

A ITA divulgou nota afirmando que vai reembolsar os passageiros prejudicados pelos cancelamentos.

Por isso, com a decisão, a companhia surpreendeu dezenas de passageiros nos aeroportos. Muitos ficaram revoltados por não conseguirem viajar para as festas de Natal e Ano Novo.

Por isso, os consumidores discutiram com funcionários da companhia nos balcões de check in da Itapemirim no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo.

Os voos cancelados também partiriam do Galeão, no Rio de Janeiro, e dos aeroportos de Brasília (DF), Recife (PE) e Salvador (BA).

Check-in em site da Itapemirim não funciona

A Anac suspendeu a licença da ITA para operar voos. Passageiros com voos agendados para os próximos dias não estão conseguindo realizar o check-in.

O site da companhia traz a mensagem “não foi possível carregar a lista dos aeroportos que o Check-In Web é permitido”. 

Por isso, a Anac determinou que a empresa preste atendimento integral a todos os clientes lesados.

Assim, a aérea deverá comunicar todos os passageiros, individualmente, sobre cancelamentos de voos, reacomodações e também garantir o reembolso das passagens aéreas comercializadas.

Segundo informações da TV Record, passageiros nos aeroportos estão sendo aconselhados a procurar a companhia pelo email falecomaita@voeita.com.br.

Mas, os passageiros também são orientados a enviar o e-mail quando ligam para o canal de comunicação por telefone da empresa.

Por isso, a Anac recomendou que os passageiros que tiveram voos cancelados também procurem o site Consumidor.gov.br – plataforma para reclamações de consumidores e contato com empresas.

Título e Texto: Redação, revista Oeste, 18-12-2021, 13h31

Relacionado: 
ITA, companhia aérea da Itapemirim, suspende as operações ‘temporariamente’

2 comentários:

  1. Nascida aos 4 de julho.

    O povo, como sempre, não toma vergonha. Entre as mais variadas burrices, tem o privilégio da memória curta, ou memória de barata. A 'Viação Itapemirim', ha muito, deixou de existir. Chegou a se soerguer por um tempo, com um nome estrambótico, ‘Kaissara’, mas, em pouco tempo, seguiu o mesmo destino da velha e conhecida antecessora, a inoxidável e temida Itapemirim.

    Quando Camilo Cola era vivo, as empresas dele, e todas as demais atreladas ao Grupo seguiam a todo vapor. Dava gosto de ver. Eu mesma adorava viajar Vitória Rio ou Vitória São Paulo, pelos confortáveis ônibus leito Tribus. Do dia para a noite, simplesmente a Itapemirim, conhecida como ‘Febre Amarela’, capengou.

    Sem o olhar severo do patriarca, a bela criança faliu de vez. Os filhos adotivos, desculpem, os rebentos (postiços, Ana Maria Cola e Camilo Cola Filho) gastaram toda a fortuna e os vidros de Cola deixados pelo pai, além de burros ‘jumentosos’, a dupla tentou retornar agora com a VIP. A VIP não decolou. Aliás, sequer chegou a bater as asas com vontade de seguir novos horizontes pontilhando a mesma direção do velho pai (pai?!).

    Uma pena! O ilustre empresário Camilo Cola, marido de dona Inês Cola, falecido aos 29 de maio de 2021, quando contava 97 anos, deve estar se remoendo no túmulo. Seu imenso Império virou Titanic. Grosso modo, afundou nas águas gélidas das más administrações. Apesar disso, os capixabas (e não só os filhos da boa Terra de Nossa Senhora da Penha) continuam acreditando na mentira deslavada. Acham que a falida VIP (a mascarada Viação Itapemirim) decolaria.

    Aqui em São Paulo, a empresa simplesmente escafedeu. Congonhas e Viracopos viraram um verdadeiro inferno. Todos os voos da VIP foram cancelados e a multidão, em polvorosa, ficou a ver aviõezinhos amarelos, porém, sem saber o que fazer com os bilhetes de viagem. Nem nos sanitários dariam para serem usados. Repetindo, o povo idiota e imbecil merece passar por isso. Toma, cambada. Tomara que o senhor Camilo Cola, fundador da 'Itapemirim', embarque num de seus aviões e retorne ao Planeta. Só ele, com a sua santa paciência poderá por ordem na casa e fazer a velha e querida VIAÇÃO ITAPEMIRIM voltar a ser o que era, ou melhor, o que foi, nos verdes anos de 1953.

    Carina Bratt
    Ca
    De São Paulo, Capital.

    ResponderExcluir
  2. Prestem atenção no que vomitou a Anac, ou Agência Nacional dos Anarquistas Cachorrões. 'Não se dirijam a empresa antes de trocarem umas palavrinhas calorosas com os representantes da VIP. É só procurarem os balcões de atendimentos. Antes de tentarem, procurem fazer um curso rápido de como caçar agulhas em palheiros. Para quem não sabe, VIP ou ITA se traduz por VIAÇÃO PICARETA ou Viação de Importadores de Papagaios. A VIP ou ITA está oferecendo hotel 15 estrelas, alimentação, e estadias, Uber, táxis, vans, lambretas, helicópteros, e bicicletas tudo por conta dos contratempos causados. Lembrem: a ITA, ou 'Infelizmente Tivemos que Afundar' é uma figura de rosto sério e jamais, jamais deixará seus usuários mofando nos bancos dos principais aeroportos.
    Carina Bratt
    Ca
    De São Paulo, Capital.

    ResponderExcluir

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-