sexta-feira, 30 de dezembro de 2022

[Aparecido rasga o verbo] Exercício de Solidão

Aparecido Raimundo de Souza



Lógica

Nenhum cadáver
existe
sem a presença
Inquestionável
da morte.



Persistência

Se conseguiu 
chegar 
até aqui, 
vá até Deus, 
ainda que o diabo 
continue tentando 
vencer suas forças 
pelo cansaço.

Intrusa

Quando falta amor 
dentro do peito, 
a solidão entra 
de mansinho 
por debaixo da porta. 
Sem tocar a campainha, 
sem ao menos 
dizer a que veio. 
Aos pouquinhos, 
toma posse 
do nosso coração 
e nos derrota 
sem a menor compaixão 

Imperdoáveis

Duas coisas 
não tem perdão, 
nem sentido: 
a) Se entregar 
de corpo e alma ao amor e...;
b) abrir o coração 
ao desconhecido 

Inquestionável

A mentira 
é como um espelho 
enorme, 
onde todos, 
indistintamente, 
ao olharem 
para o futuro, 
se defrontarão, 
com a verdade 
e a solidão 
do presente. 

Supérfluo indispensável

Quando perdemos 
alguém que amamos 
de verdade, 
aprendemos a mexer 
nas velhas lembranças 
que ficaram guardadas 
no fundo da nossa alma. 
É através delas, as lembranças, 
que revivemos 
os momentos 
que pensávamos 
não mais existissem 
tamanha e intolerante 
a dor que fica depois, 
da maldita saudade 
que só nos quer ver sofrer 

Estratégia infalível

Quando falta 
dinheiro em casa 
a mulher gasta 
o dos bolsos do amante

Óbvia conclusão

Burro 
é o sujeito que: 
ao invés 
de dar patadas nos outros, 
coiceia furiosamente 
seu próprio traseiro 
e o faz 
indiferentemente, 
sem distinguir 
o bom do mau companheiro 

Autorretrato

O homem 
só descobre o verdadeiro 
sentido do ridículo 
quando se vê aprisionado 
nas malhas da própria 
estupidez 
a que deu causa 
pela sua insensatez. 

Ponto pacífico

Os gritos 
tumultuam os ouvidos, 
mas só o silêncio 
consegue abrandar 
o coração 
estraçalhado 
e o fazer, de novo, amar 

Inseparáveis

- Você sabe qual é o melhor amigo do homem 
- Sem dúvida, o cachorro! 
- E o melhor amigo do cachorro? 
- A pulga! 

Remédio ideal

Em cada vazio 
existente na minha alma 
cabe uma partícula 
que se completa: 
você! 

Título e Texto: Aparecido Raimundo de Souza, de Vila Velha, no Espírito Santo, 30-12-2022

Anteriores: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-