sexta-feira, 16 de dezembro de 2022

Moraes fala em ‘extinção’ do partido de Bolsonaro

Presidente do TSE negou recurso da legenda contra multa milionária e manteve o bloqueio do fundo partidário

Cristyan Costa

Durante o julgamento de um recurso do Partido Liberal (PL), do presidente Jair Bolsonaro, contra uma multa de pouco mais de R$ 20 milhões, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, falou em “extinguir” a sigla. Na quinta-feira 15, a maioria de ministros do TSE acompanhou Moraes e negou a ação do partido. 

Foto: Fátima Meira/Estadão Conteúdo

Os magistrados também mantiveram a suspensão do fundo partidário e das contas do partido. O único integrante da Corte a interpelar a decisão foi Raul Araújo. Ele considerou exagerado o valor da multa e avaliou que o bloqueio das contas deveria se restringir a 30% dos valores até o pagamento da multa.

“É importante lembrar, para quem nos ouve, que o partido será investigado pelo corregedor de ofício e no inquérito do qual eu sou relator, porque não é possível que partidos políticos financiados basicamente com recursos públicos atentem contra a democracia”, disse Moraes. “Isso é um desvio de finalidade que, inclusive, pode acabar com a extinção do próprio partido.”

A penalidade determinada por Moraes se deu depois de o partido de Bolsonaro enviar ao TSE uma auditoria das urnas eletrônicas que constatou irregularidades. Por isso, solicitou a anulação de votos em 300 mil urnas do segundo turno das eleições.

Título e Texto: Cristyan Costa, Revista Oeste, 16-12-2022, 7h05

#ForaLula

#ForaLula

Relacionados: 
18 e 19 de dezembro no Brasil 
O deboche do cara 
Vem aí o Dilma-3 
O Estado Democrático de Direito 
O mais recente pedido de Randolfe atendido por Moraes (PQP! Até quando??) 
Promessa de novos desastres 
Jovem Pan afasta Tiago Pavinatto por ironizar discurso de Moraes 
Como foi o samba na casa de Kakay do qual Lula e Moraes participaram 
Sempre os mesmos de sempre 
Lula e a farra das estatais 
O preço do centrão para votar a PEC da Gastança 
CNJ manda suspender perfis de desembargadora que apoiou manifestações 
[Livros & Leituras] Sobre a Liberdade

Um comentário:

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-