segunda-feira, 30 de julho de 2012

"Países que suportam títeres como este da Coreia e os Castro de Cuba são países habitados por idiotas."


Caro Chico
O documentário é excelente e verdadeiro. Entretanto, não serve como instrumento de mudança de opiniões em cérebros deficientes por questões genéticas. Afinal, todo esquerdopata é um deficiente mental e por consequência um deficiente moral. São dignos de Hitler, que pretendia eliminar todos os deficientes do planeta e preservar apenas a raça ariana, também deficiente moralmente, haja vista as atrocidades que praticou ao longo da 2ª guerra mundial. 
O Brasil, um país de deficientes mentais, em sua maioria, certamente considerará este documentário uma propaganda norte americana contra os esquerdopatas. Nada de errado nesta atitude. Cada cérebro funciona à maneira que foi produzido. Um idiota não tem nenhuma culpa por ter nascido idiota. O problema reside no fato das pessoas normais terem que suportar os idiotas. Pessoas normais não costumam matar aqueles que lhes incomodam. Donde se conclui que para eliminar idiotas tem que surgir um outro idiota. E sempre surgem e a história registra isto. O predador do idiota é sempre um outro idiota. O trágico é que eles sempre levam na esteira de sua loucura muitos inocentes não idiotas. 
Países que suportam títeres como este da Coréia do Norte e os Castro de Cuba, são países habitados por idiotas. Da mesma forma, um país que elege e suporta um picareta como Luís Inácio da Silva e uma demente terrorista como Dilma Roussef, é um país de idiotas, de débeis mentais. 
Não há nada errado, meu amigo, cada povo tem o governo que merece. E o Brasil, que não é um capitalismo de mercado, mas sim, um mercado mercantilista de estado, está indo no rumo certo: o inferno do estado socialista. 
Otacílio Guimarães

Caro Otacílio
Não duvido das tuas razões. Afinal é isso mesmo, muito embora eu só discorde do "fator genético", o que obrigaria a todos os brasileiros a agirem da mesma forma. Acho que somos um povo, por incrível que pareça, basicamente conservador e acho que a boa luta é a de construir um Brasil melhor e uma cidadania melhor. 
Se eu não acreditasse nisso, não estaria aqui diuturnamente a escrever e a militar pelo Partido Federalista. 
Vamos ver no que este país vai dar...
Francisco Vianna

Chico,
Não vai dar em nada. Ou melhor, vai dar em merda, já deu. Lamento. Estás lutando em vão. E por um povo que não merece. 
Acho que você não conhece as leis da natureza, que são seletivas. Para a natureza (pode chamar de Deus) só os melhores vencem. A natureza não costuma contemplar os incapazes. E o Brasil é um país de incapazes, principalmente nos aspectos morais e intelectuais. 
O povo brasileiro não é conservador, como você acredita. Acho que você não anda muito pelas ruas do Brasil, não toma umas cervejas nos botecos, não bate um papo com os brasileiros autênticos. Você está, acredito, escondido em seu nicho confortável e não vê o que acontece lá fora, nas ruas, nas favelas, nos guetos pelo Brasil afora. Você não conhece a verdadeira alma do povo brasileiro, que é mesquinha e despresível. Sua luta é inglória e em vão, detesto dizer.
Respeito sua luta e seu caráter, pois sempre respeitei os homens bons, mas lamento dizer que você está lutando em vão. 
O Brasil é um país de fodidos sindicalistas e socialistas. E de retrógrados ladrões do dinheiro público. 
Otacílio Guimarães, 29-7-2012

Relacionado: 

Um comentário:

  1. De fato, o Otacílio mais uma vez tem razão, pois na verdade, não frequento botecos nem ando pela periferia da cidade cumprimentando urubu de 'meu louro'... O meu meio é a da classe média e de pessoas pelo menos medianamente educadas, ativas e produtivas. Não discuto futebol, nem falo de mulher alheia. Nunca espero das pessoas o que elas não estão preparadas para me mostrar ou me dar. E minha luta é exatamente essa: construir uma cidadania minimamente preparada para ser exercida de modo compatível com a de um Brasil potência.Não acredito em deteminismos biológicos, raciais, ou climáticos que fazem com que um povo seja pior do que outros, mas sim em organização comunitária,conservação dos valores culturais e civilizacionais e trabalho profícuo com respeito absoluto tando por parte das pessoas como dos governos no seu resultado, dentro do império da lei. Isso chama-se meritocracia, e deve ser o objetivo de todo brasileiro consciente, honrado, e bem formado. É por isso que eu luto, embora o Otacílio,ache que se trata de uma luta inglória.

    ResponderExcluir

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-