segunda-feira, 23 de julho de 2012

"O milagre da transformação"

Antônio Carlos

Há muito tempo, venho escutando que dentro de algumas décadas, irá faltar água doce no planeta.
Precisamos economizar água? Sim. Como precisamos economizar tudo aquilo que é prescindível para a nossa vida. Porém, não se esqueçam que o planeta terra, são três partes de água e uma parte de terra. Se fosse ao contrário, não posso imaginar o que seria de nosso mundo.
Há mais de vinte anos o navio-escola “Brasil”, que leva os oficiais formados para a viagem de ouro por quase todo o mundo durante seis meses, partiu da cidade do Rio de Janeiro, para uma de suas viagens, sem uma só gota de água doce. Toda a água usada em todas suas viagens anuais, é tirada do mar e dessalinizada.
Transformamos petróleo em combustível, plástico, roupa e etc. Transformamos a cana-de-açúcar em álcool, adubo e outras coisas mais. Transformamos ainda o ferro, a madeira e a pedra em variedades mil.
No entanto, o que mais me preocupa em nosso país, não é a falta de água, e sim a falta de vergonha da maioria de nosso povo.
Há alguns anos estão transformando nosso Brasil, em uma verdadeira lata de lixo, e não fazemos nada.
Transformaram alguns homens de caráter em corruptos. Transformaram a paz de nossos estádios de futebol, nossos bancos, nossos comércios, nossos condomínios, nossas ruas e etc, em um verdadeiro inferno. Transformaram nossas escolas públicas, que antes preparavam alunos até para a presidência da república no futuro, em antros de tóxico e de morte. Transformaram nossos hospitais públicos que antes internavam até presidentes em verdadeiros campos de concentração. Transformaram os salários já não tão promissores dos idosos aposentados que deram suas juventudes por este país permanecendo aqui trabalhando durante todo o regime ditatorial, enquanto eles covardes fugitivos comiam do bom e do melhor em seus exílios em verdadeiras misérias. Transformou grande parte de nosso povo, antes lúcido, em verdadeiro zumbi.
Sempre falei que somos construtores de nossos destinos, tudo que estamos colhendo hoje, plantamos no passado. Portanto, ou acordamos hoje e plantamos sementes melhores escolhidas, ou iremos colher no futuro outra vez a podridão que estamos colhendo hoje.
Transformamos tanta matéria-prima em coisas tão importantes. Porque não tentamos separar o joio do trigo, e varrermos de vez da política alguns nomes que já conhecemos de sobra, e colocamos HOMENS DE VERDADE em benefício de nossos filhos, netos e de nosso Brasil.
Vocês, que estão trocando seus votos por uma bolsa família, ou uma bolsa não sei o quê, será que é isto que vocês querem para seus filhos e netos? Que eles continuem vivendo neste sistema feudal, onde tudo de bom é para o rei e sua troupe, e para o povo, somente trabalho e impostos a pagar?
Será que seus filhos e netos terão que viver, por sua causa, eternamente como porcos, que basta uma gamela de comida e nada mais? Será que seus filhos e netos conseguirão crescer sem educação, sem saúde e sem segurança? E se conseguirem, o que pensarão de seus pais? Com certeza dirão: somos o que somos por causa da covardia de nossos pais que se venderam por um prato de comida, porque não tiveram coragem de sair de suas redes e mostrar o que diz o hino nacional: Verás que um filho teu não foge à luta. E quem se vende por comida ou por dinheiro e deixou de lutar, não pode ser considerado um filho desta nação. ISTO É O FIM DA LINHA.
Título e Texto: Antônio Carlos, Administrador/Jornalista, 22-7-2012
Colaboração: Aderval Pires Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-